Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

A CÂMERA SONY RX1R MARK II COLOCA 42 MEGAPIXELS NO SEU BOLSO

19/10/2015

Câmera Sony RX1r Mark II

A RX1R Mark II é o que você consegue quando coloca um dos mais avançados sensores de câmera no menor corpo possível. Esse pequeno monstro de 42 megapixels é sucessor da RX1 de 2012 e é uma ferramenta fotográfica formidável, apesar de cara.

Quando a RX1 foi lançada, muita gente não sabia direito o que pensar de uma câmera compacta de US$ 3.000. Estava acima do que a maioria das pessoas podia pagar, mas ela era claramente excelente para quem queria tirar fotografias de alta qualidade. A RX1r Mark II é quase igual à original e é ainda mais cara, custando US$ 3.300. Para os dólares a mais, ela oferece novos recursos que fazem ser melhor do que antes. No topo dessa lista até o sensor de 42 megapixels, parecido com o da A7r Mark II que nos impressionou bastante. Tão legal quanto é o visor OLED que fará câmera ser ainda mais atraente para entusiastas. O display LCD traseiro agora gira, tendo mais flexibilidade do que o anterior.

Câmera Sony RX1r Mark II Câmera Sony RX1r Mark II

Dentro delas temos um processador Bionz X e um sistema de foco automático híbrido de 399 pontos. Brinquei com a câmera por um tempo, e ela se mostrou mais rápida para focalizar do que a RX1.

A lente da RX1r II é a mesma da anterior, uma Zeiss 35mm f2. Muitos podem olhar para isso e se perguntar por que comprariam uma câmera com uma única opção de lente quando podem comprar uma de lente intercambiável que oferece mais opções. Bem, um dos motivos é o tamanho. Não dá para fazer uma câmera full-frame pequena como essa com lentes intercambiáveis por causa da quantidade de elementos que precisam ser colocados no sensor e no corpo. Essa construção precisa também garante um sistema ótico bastante afiado – espere resultados nítidos em todos os cantos da imagem.

Câmera Sony RX1r Mark II

Outra característica única da RX1r II é o filtro ótico de baixa passagem variável. O que é isso? Explico.

Certos detalhes de uma cena podem distorcer uma foto de diferentes formas, criando o que é chamado de padrão moiré. Isso acontece com mais frequência em câmeras de alta resolução. Para solucionar isso, muitas câmeras tem um filtro de baixa passagem que borra um pouco a imagem para apagar a distorção. Mas as pessoas que querem o maior nível possível de detalhes nas fotos não gostam desse borrão, e então fabricantes passaram a optar por tirar os filtros de baixa passagem das suas câmeras mais recentes. Ou você consegue esses detalhes máximos com o risco de moiré, ou sacrifica um pouco da qualidade para não encontrar essas distorções horríveis.

A RX1r Mark II tem um desses filtros, mas o usuário pode escolher entre deixá-lo ligado ou não, e até mesmo escolher diferentes níveis de intensidade. Você pode também tirar uma série de imagens com diferentes níveis do filtro e depois escolher qual a que ficou melhor.

Esse é um recurso de nicho, definitivamente. A maioria das pessoas não se importa, nem sabem da existência do filtro de baixa passagem. Mas é legal que a Sony ofereça uma solução para esse problema que afeta muitos fotógrafos experientes.

O problema é o preço – US$ 3.300 é grana demais. Os únicos compradores dessa câmera serão ricões que tem uma necessidade bastante específica por câmeras compactas de altíssima qualidade. Mas mesmo que o preço seja um obstáculo, fico feliz de saber que um produto como esse existe.

Câmera Sony RX1r Mark II
 
 
 
 
Fonte: Gizmodo

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar