Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

IPHONE AINDA SERÁ VENDIDO EM VERSÕES DE 16 GB, E COMPRÁ-LAS É UMA PÉSSIMA IDEIA

11/09/2015

Quando o iPhone 6s começar a ser vendido, o modelo mais barato será o de 16 gigabytes. E, sinceramente, a Apple não devia nem vender isso.

Em um momento no passado, 16 GB era uma quantidade razoável de armazenamento para um smartphone. Era a opção intermediária em comparação com modelos de 8 GB. A maioria dos Android top de linha (o Galaxy S6, o HTC One M9) desistiu da versão de 16 GB. Outros smartphones permitem expandir a memória do dispositivo para praticamente quanto você quiser com um cartão micro SD.

Mas quando você compra um iPhone, está preso à memória interna dele. E as exigências para usar um iPhone como uma pessoa comum estão cada vez maiores.

Uma atualização de sistema operacional exige uma fatia considerável do espaço disponível. O iOS 8, por exemplo, precisava de ao menos 4 GB para backup. E o maior tamanho permitido para app no iOS é 4 GB, o que significa que você pode encher seu smartphone com alguns poucos downloads. Nada de fotos das férias! Fotos e vídeos em alta resolução ocupam muito espaço.

O iOS 9 não vai exigir tanta memória quanto as versões anteriores. E você pode guardar algumas coisas no iCloud. Ainda assim, 16 GB não é uma capacidade razoável de armazenamento de entrada. Você não deveria ser obrigado a enviar suas coisas para a nuvem.

>>> iPad Pro: o tablet da Apple cresceu e ganhou uma stylus e um teclado
>>> Apple TV ganha novo controle remoto, Siri e sistema baseado no iOS
>>> iPhone 6s e iPhone 6s Plus: mais rápidos e com tela sensível à pressão

É meio chato que a Apple fale tanto das capacidades 4K e da contagem impressionante de pixels do iPhone 6s, além de recursos como o “Live Photos”, e não se preocupe em mencionar que você vai precisar de mais armazenamento para conseguir guardar todas essas coisas no seu smartphone.

Por que a Apple ofereceria um smartphone com um sistema de armazenamento que simplesmente não é compatível com o uso normal de um dispositivo? Pelo mesmo motivo que ela faz qualquer coisa: fazer alguns mais inocentes acharem que estão mandando bem ao economizar um pouco na compra de um novo dispositivo.

É tentador escolher a opção mais barata quando você vai atrás de um novo smartphone. Foi assim que eu acabei com um iPhone 4 de 8 GB em um contrato abominável de três anos com uma operadora canadense – felizmente, esse contrato já acabou. Eu precisava apagar o Snapchat sempre que quisesse tirar algumas fotos.

A Apple lucra que é uma loucura com seu sistema de preços. A diferença de custo de um smartphone de 16 GB para um de 32 GB é pequena – cerca de US$ 0,50 por gigabyte, de acordo com o analista de mercado Michael Yang. O iPhone ainda é um símbolo de status. A Apple aposta que as pessoas vão comprar o modelo mais barato dos seus novos smartphones, mesmo que o modelo mais barato sequer faça sentido. E ela também aposta em pessoas furiosas com uma experiência horrível de usuário em um smartphone de 16 GB que poderia ser melhor se eles pagassem mais pelos modelos mais caros.

É chato aguentar toda apresentação da Apple ouvindo como é ótimo usar os produtos da empresa, quando esse tipo de escolha deixa claro que o que eles querem é convencer as pessoas a comprarem uma marca, não oferecer a melhor experiência possível.

A Apple não vai parar de vender versões de 16 GB enquanto estiver ganhando dinheiro. Vamos acelerar essa morte: não compre. E se você tem um iPhone de 16 GB, não quero dizer que você deveria jogar seu smartphone no lixo… mas a lixeira talvez seja o lugar dele.

 
 
 
Fonte: Gizmodo

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar