Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

JUSTIÇA DOS EUA TENTA OBRIGAR APPLE A DECRIPTAR MENSAGENS ENTRE IPHONES

10/09/2015

Há meses agências norte-americanas, a começar pelo FBI, a polícia federal dos EUA, mas também o Departamento de Justiça (equivalente ao Ministério da Justiça no Brasil), reclamam que a disseminação de recursos criptográficos adotados por empresas de tecnologia e fabricantes de smartphones deixará as autoridades no escuro. As empresas, atendendo uma aparente demanda ampliada com as revelações sobre a espionagem, vêm ignorando as queixas.

Segundo o jornal New York Times, um mandado judicial tenta obrigar a Apple a entregar, em tempo real, mensagens decodificadas trocadas por investigados através de iPhones. A empresa, no entanto, teria respondido não ser possível reverter a criptografia de seu aplicativo iMessage. Por isso, diz o NY Times, o D Departamento de Justiça estaria avaliando processar a Apple.

A reportagem indica, porém, que primeiro o governo dos EUA vai esperar o resultado da disputa que já trava com a Microsoft, que não trata sobre criptografia, mas pelo acesso a dados de clientes da empresa armazenados em datacenters fora dos Estados Unidos – no caso, na Irlanda.

“Depois de meses de estudo, a Casa Branca ainda não articulou uma resposta ao argumento de que uma vitória [do governo] no caso Microsoft daria a governos autoritários, particularmente da China e da Rússia, uma forma de acesso a servidores localizados nos Estados Unidos”, diz o NY Times.

No Brasil, a discussão sobre o uso da criptografia diretamente em aparelhos de consumo, como reclamam FBI e quetais, encontrou eco na CPI dos Crimes Cibernéticos. Um requerimento a ser votado amanhã convida as maiores operadoras de telefonia do país para discutir como facilitar a vida dos policiais brasileiros visto que essas ferramentas “estão reduzindo a eficácia de grampos”.

 
 
Fonte: Convergencia Digital

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar