Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

GOOGLE RECRUTA ENGENHEIROS ATRAVÉS DE TESTE ESCONDIDO NA SUA FERRAMENTA DE BUSCAS

28/08/2015


O Google, e outras grandes empresas de tecnologia, possuem modos bem exóticos para contratar seus funcionários. Normalmente, os processos seletivos exigem criatividade, sagacidade e, é claro, conhecimento. Nesta semana, o programador Max Rosett, recém-contratado pela gigante da internet, revelou como conseguiu uma vaga na empresa: através de pesquisas no buscador do Google.

Rosett é formado em matemática e faz pós-graduação em Ciências da Computação na Universidade de Tecnologia de Georgia, nos EUA. Certo dia, quando estava trabalhando em um projeto pessoal, o estudante encontrou dúvidas de programação e pesquisou no Google "python lambda function list comprehension", para obter informações sobre a linguagem de programação Python.

Ao clicar no primeiro resultado, uma janela apareceu, dizendo "Você está falando a nossa língua. Está a fim de um desafio?". A janela dava as seguintes opções: "Quero jogar", "Não, obrigado" e "Não me mostre isso novamente". Curioso, Rosett aceitou o desafio do mecanismo de busca e foi redirecionado ao site foo.bar.

O foo.bar possui uma interface parecida com a UNIX, o que levou ao estudante de programação digtar alguns códigos. Depois disso, o site mostrou apenas um arquivo, chamado "Start_here.txt" (comece aqui). Roset abriu o documento, que mostrava as isntruções da plataforma:  "Digite Request para exigir um desafio. Digite Help para uma lista de comandos".

Rosett aceitou o desafio da plataforma e digitou "Request", recebendo uma sequência de desafios que envolviam lógica e programação. "Eu tive a opção de desenvolver a solução em Python ou Java. Comecei a trabalhar e resolvi o primeiro problema em algumas horas. Pelas próximas duas semanas, resolvi outros cinco problemas".

Após resolver seis problemas, a página mostrou um campo para Rosett fornecer dados de contato, incluindo e-mail e telefone. Mostrando que não tem medo do desconhecido, o estudante cedeu seus dados. Dias depois, o aspirante a programados recebeu uma visita de um recrutador, entrou em um processo seletivo de três meses e foi contratado pelo Google, tudo por causa de suas pesquisas no site.

"A visita ao escritório foi a primeira vez em que tive certeza de que não tinha caído em uma peça bem elaborada. Quando encontrei o foo.bar pela primeira vez, perguntei a amigos se alguém já tinha ouvido falar disso. Nenhum tinha, mas todos acharam que era uma ideia brilhante"
- Max Rosett, engenheiro e cara que sabe pesquisar no Google

O site foo.bar, usado na seleção, pode ser acessado por qualquer pessoa, mas apenas os "escolhidos do Google" tem acesso a plataforma de programação. Tentamos pesquisar termos de programação como "c++ mutex lock" e "python list comprehension", mas o buscador nada além dos resultados de busca apareceu. P

Possivelmente, a empresa leva em consideração o histórico de pesquisa do usuário e seu comportamento na internet antes de mostrar seus desafios. O Google não revelou muitas informações sobre o processo seletivo e ainda não está claro se o processo só funciona nos Estados Unidos e quais os critérios utilizados pela empresa.

O site Re/code entrou em contato com o porta-voz do Google, que enviou o código em hex transcrito abaixo, que significa "Quebra-cabeças são divertidos. Pesquise por eles".

"\u0050\u0075\u007a\u007a\u006c\u0065\u0073\u0020\ u0061\u0072\u0065\u0020\u0066\u0075\u006e\u002e\ u0020\u0053\u0065\u0061\ u0072\u0063\u0068\u0020\u006f\u006e\u002e"

 
 
 
Fonte: Adrenaline

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar