Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

UBER É ACUSADA DE FALHAS AO CHECAR ANTECEDENTES CRIMINAIS

21/08/2015

No meio de todas as polêmicas que envolvem a Uber no mundo todo, está a de que entre os seus motoristas em Los Angeles e São Francisco estão agressores sexuais, ladrões de identidade, assaltantes, sequestradores e assassinos. No total foram descobertos 25 contratados que possuem antecedentes criminais.

O procurador do distrito de São Francisco, George Gascón, afirma que foram descobertas falhas sistemáticas na verificação dos antecedentes criminais dos contratados pela empresa: "Muitas das informações que a Uber passa para os seus consumidores são falsas e enganosas". Ao lado da procuradora distrital de Los Angeles, Jackie Lacey, ele movou uma ação judicial contra a empresa em dezembro de 2014.

Um representante da Uber afirmou que segurança é uma prioridade, que eles têm um sistema para verificação, mas que nenhum desses métodos é 100% confiável. Entre os candidatos para trabalhar na empresa em São Francisco, San Diego e Los Angeles, 475 motoristas particulares e 600 motoristas de táxi haviam sido rejeitados justamente por terem sido julgados culpados de crimes.

Lançado há cinco anos em São Francisco, a Uber se tornou rapidamente um fenômeno global, oferecendo seu serviço atualmente em mais de 300 cidades espalhadas pelo mundo. Ele é avaliado em US$ 50 bilhões, mas já se tornou bastante controverso, principalmente pelos seus conflitos com reguladores e com a indústria de táxi.
 
 
 
Fonte: Olhar Digital

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar