Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

PSAFE DIZ QUE BAIDU QUER DENEGRIR UMA EMPRESA NACIONAL

19/08/2015

A PSafe reage às acusações da Baidu e diz, por meio de comunicado ao mercado que, até o momento, "não foi formalmente intimada a respeito da ação judicial proposta pela Baidu. Refuta ainda as informações inverídicas que a Baidu vem divulgando, as quais omitem fatos relevantes e distorcem outros de maneira evidente. De acordo com o informe da PSafe, "a Baidu vem disseminando notícias falsas e tendenciosas que têm o único objetivo de denegrir a imagem da PSafe no mercado e assustar os internautas brasileiros".

Para a PSafe, a acusação da Baidu de que a empresa "age ou agiu de forma desleal é absolutamente inverídica, pois antes dessa ação proposta pela Baidu já havia entre as mesmas empresas uma outra ação judicial (Processo 1006564-47.2015.8.26.0100, em trâmite na 11ª Vara Cível do Foro Central de São Paulo), na qual o Juiz encarregado do caso já havia atestado que o aviso gerado pelo PSafe Total é correto e deveria até mesmo ser usado como referência pela Baidu em seu app para o mesmo tipo de aviso". Leia aqui o comunicado enviado pela Baidu.

De acordo ainda com a PSafe, a Baidu omitiu a existência de nada menos que três decisões liminares reconhecendo a sua conduta desleal. Aliás, na própria decisão mencionada pela Baidu, referente à nova ação entre as empresas, a deslealdade da Baidu foi mais uma vez reconhecida pelo magistrado, visto que ela mesma foi proibida de classificar o PSafe Total ou qualquer outro aplicativo da PSafe Tecnologia S/A como vírus ou sendo de alto risco (conforme trecho da decisão abaixo):

“...determino que, no prazo de 05 (cinco) dias, a BAIDU BRASIL INTERNET LTDA. promova a atualização do aplicativo "Du Speed Bustes"[sic], abrangendo os aplicativos que já foram adquiridos pelos usuários e aqueles que ainda não foram comercializados, para que (i) não identifique o aplicativo "PSafe Total" (ou qualquer outro aplicativo da PSAFE TECNOLOGIA S/A) como sendo de alto risco ou vírus, para que

(ii) não dificulte o seu download e para que (iii) não estimule, de forma direta ou indireta, a sua exclusão (o que abrange a indicação de que o aplicativo seria de baixa utilização);”

Segundo a PSafe, o trecho citado acima, ´por conveniência da Baidu, não foi divulgado, o que demonstra conduta dissimulada. A PSafe analisará o teor da ação judicial tão logo seja intimada e tomará as medidas legais cabíveis contra a Baidu, não só para reestabelecer a verdade dos fatos como também para responsabilizar a Baidu por sua conduta desleal".

No comunicado, a PSafe diz "ter orgulho de ser uma empresa brasileira, continuará em sua missão de desenvolver as melhores aplicações de segurança e performance para os brasileiros". Ao final, a companhia apresenta os links resumindo as decisões liminares reconhecendo a conduta desleal da Baidu:

·http://www.psafe.com/blog/juiz-manda-baidu-retratar-no-brasil-acusacao-ao-psafe-total/

·http://www.psafe.com/blog/decisao-da-justica-suspende-oferta-aplicativo-du-speed-booster-no-google-play-brasil/
 
 
 
Fonte: Convergencia Digital

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar