Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

TINDER SINCERÃO: MULHER ESCREVE PERFIS HONESTOS DE CARAS COM QUEM SAIU

29/07/2015

Nathalie Lepaffe é uma belga formada em direito e que ganha a vida no setor de criação de uma agência de publicidade nos Estados Unidos. Nas horas vagas, a jovem de 24 anos, como muitas outras pessoas solteiras, recorre ao Tinder, o famoso aplicativo de celular para encontros amorosos, para achar, digamos, sua outra metade. Ou pelo menos um pouco de diversão. De sua experiência por vezes frustrante, ela decidiu criar um blog para recriar de maneira honesta e sincera os perfis de alguns dos homens com quem saiu.

Assim surgiu o "Honest Profile" (ou Perfil Honesto em português). Além de dar um "apelido" não muito simpático ao ex-pretendente, Nathalie também modifica seu perfil com características mais sinceras sobre a pessoa. Ela mantém a foto original, claro, apenas cobrindo os olhos do rapaz para que ele não seja identificado.

"Quando eu contei a ideia para minha mãe, ela disse que achava que eu terminaria esfaqueada em algum lugar. Mas ela é exagerada, como toda mãe", brincou Nathalie, em entrevista ao UOL.

Desta forma, um dos homens com quem ela saiu virou o "babaca". No original, ele diz medir 1,82m, ser engenheiro do Google, viajante, snowboardero e que treina para viver, entre outras coisas que só quem está na busca de alguém colocaria no Tinder para atrair pretendentes. No perfil honesto, Nathalie o descreve como alguém que mede 1,80m,  "não muito interessante, mas com um terraço interessante". Além disso, adora joguinho de golfe e sinuca, atividade em que você precisa usar todo o corpo. "Aliás, não esqueça, olhe para meu corpo. Sim, na foto estou com um cinto muito caro", escreveu.

Divulgação/Honest Profile
Até agora, a jovem reescreveu cinco perfis. E nem todos falando mal do pretendente. Há, inclusive, o honesto e o cara legal. Na descrição do blog, a belga afirma que passou muito tempo no Tinder e que nem gosta muito do aplicativo, mas, como não é de desistir fácil de algo, resolveu "fazer algo bom para o mundo" e reescrever o perfil de seus paqueras de internet.

Nathalie contou que o projeto começou em uma aula e recebeu como incentivo de seu professor "é louco, mas é legal". Ela conheceu todos os pretendentes pessoalmente. Menos um, a quem ela deu o apelido de "estranho-assustador". Até agora, nenhum deles descobriu o blog, o que deixa Nathalie um pouco ansiosa.

"Todos foram bem legais comigo. Eu descobri que escrevendo um perfil honesto depois de um encontro amoroso foi uma boa maneira de descobrir o que eu não gostei e usar isso para o futuro. Acho que, se algum dia, eu quiser ver algum paquera depois de um perfil honesto, isso vai ser um bom sinal. No entanto, isso ainda não aconteceu", contou.

No fundo, para Nathalie, o Tinder não é uma má ferramenta. Mas, um encontro, por melhor que seja, nunca é igual àquilo que você espera. "Acho que esse é o ponto do projeto: a diferença entre encontros reais e o aplicativo. Não é uma questão de bom ou ruim", explicou.
 
 
 
Fonte: Uol

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar