Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

RAZER ADQUIRE FERRAMENTAS DE SOFTWARE DO OUYA

28/07/2015

E aquilo que já foi um rumor, hoje se confirma. A Razer confirmou a aquisição das ferramentas de software do OUYA, e os recursos do console Android serão oferecidos futuramente em produtos da própria empresa.

É importante atentarmos para um detalhe, porém: o hardware não foi adquirido pela Razer. A aquisição engloba o catálogo de conteúdo do Ouya e sua loja, a qual será renomeada para “Cortex para Android TV”. Além disso, Julie Uhrman, CEO e cofundadora da OUYA, também não terá nenhum vínculo com a fabricante de produtos para games.
 

A Razer observa há bastante tempo as plataformas Android TV e os consoles baseados nesse sistema operacional, como o Xiaomi Mi Box e Alibaba Tmall Box, para os quais o OUYA já tem publicações. O trabalho do OUYA com desenvolvedores de games, tanto AAA quanto indie, tem sido árduo, e a Razer pretende levar isso adiante, dando cada vez mais espaço a criadores de conteúdo e promovendo mais jogos nas plataformas Android TV“, disse o cofundador e CEO da Razer Min-Liang Tang.

As equipes técnicas e de relacionamento com desenvolvedores do Ouya se unirão à Razer, que não divulgou nenhum detalhe financeiro a respeito da transação.

O Ouya, que provavelmente sofreu com a dura concorrência imposta por equipamentos como Amazon Fire TV, Roku e Nvidia Shield, além de problemas relacionados com o catálogo não muito expressivo, pode agora ganhar novos ares (e um novo “corpo”), uma vez que a Razer pretende incorporar sua tecnologia à Razer Forge TV.

Na verdade, a Razer pretende facilitar até mesmo a migração de usuários atuais do Ouya para a Forge TV. Haverá, segundo a empresa, uma unificação de jogos, contas e controles da empresa; tudo deverá ser atrelado à plataforma Razer Cortex.

Lançado em 2013, o Ouya foi financiado via Kickstarter. Sua campanha arrecadou mais de 8,5 milhões de dólares, e sua loja online já conta com mais de 1000 games Android, dentre indie games e títulos desenvolvidos por empresas maiores.

 
 
Fonte: Codigo Fonte

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar