Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

COMO APPS MALICIOSOS DEVORAM SECRETAMENTE SUA FRANQUIA DE DADOS

24/07/2015

1353434802393389740
 
 
 
 Comprar apps nas lojas oficiais geralmente significa que o aplicativo foi aprovado por uma equipe de desenvolvedores cujo trabalho é encontrar comportamentos duvidosos. Mas quando o assunto é fraude de anúncios, uma empresa de pesquisa diz que muitos acabam escapando — e estão cheios de propagandas ocultas que comem sua bateria e sua franquia de dados.

Conduzido pela Forensiq, o estudo mostra que muitos apps que parecem legítimos na verdade abrigam milhares de anúncios ocultos em segundo plano. Ao mesmo tempo, eles fraudam estas empresas e engolem dados de usuários que nem desconfiam disso. Não é como um pop-up irritante comum num navegador. Estes apps entregam de modo invisível 700 propagandas por hora (12 por minuto!). A pesquisa descobriu que 12 milhões de dispositivos foram capturados quando se observa um período de dez dias.

De certa forma, estes apps agem como botnets que lesam usuários. No entanto, botnets geralmente são instalados acidentalmente em desktops, enquanto estes aplicativos estão disponíveis em lojas confiáveis. Como o vídeo acima mostra, em 24 horas no seu smartphone –claro, a bateria não iria durar tanto– seu plano de dados estaria esgotado. E a solução não é tão simples quanto sair do app — os anúncios continuam sendo entregues assim que o aparelho é ligado e continuam mesmo quando o app é fechado.

A Forensiq estima que cerca de 1% dos usuários de smartphones nos EUA roda ao menos um aplicativo que explora esta falha na entrega de propagandas, e o número sobe para entre 2% e 3% nos países europeus. Portanto, não estamos falando de uma epidemia — mas um problema que tem potencial para crescer com os anúncios. Então, cheque o uso de dados dos seus aplicativos, não saia por aí baixando qualquer coisa e tome cuidado para não ser secretamente inundado por propagandas.
 
 
 
Fonte: Gizmodo 

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar