Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

7 CLONES CHINESES DE SMARTPHONES FAMOSOS

21/07/2015


O fenômeno dos clones chineses atinge basicamente todos os produtos que se possa imaginar, desde roupas, calçados, bolsas e perfumes até, é claro, smartphones. E o mundo de clones chineses de smartphones é vasto a ponto de ser praticamente um mercado paralelo de dispositivos.

Alguns deles são apenas versões pioradas dos celulares que imitam. Outros, porém, oferecem um desempenho bastante razoável a um preço consideravelmente inferior ao do original. Em termos de aparência, a qualidade da clonagem também varia bastante: alguns são quase idênticos aos aparelhos que imitam, enquanto outros são risivelmente diferentes.

Mesmo no caso dos melhores clones, porém, a ausência de garantias pode tornar menos atraente a diferença de preço entre o clone e o original. De qualquer maneira, mostramos abaixo as versões clonadas de alguns dos dispositivos mais famosos do mercado:

Goophone S6 - Clone do Galaxy S6

 
 A Goophone foi uma marca que ficou famosa por criar clones de smartphones top de linha, como o Goophone i6, um clone de iPhone 6 que rodava em Android. Em termos de clonagem, porém, o Goophone S6 pode ser a obra-prima da empresa. Conforme comentamos anteriormente, ele é quase indiscernível do smartphone da Samsung por fora.

Por dentro, no entanto, a diferença é bem visível: sua tela tem resolução de 720p (contra 1440p do smartphone da Samsung), seu processador é um MediaTek MT6582 quad core e ele possui apenas 1GB de RAM e 8GB de armazenamento, além de câmeras traseira e frontal de 8MP e 2MP (respectivamente).

Dakele Big Cola 3 - Clone do iPhone 6

 

Dado o sucesso comercial dos smartphones da Apple, é natural que diversas empresas tentem copiar seus produtos. E enquanto a maioria delas criam clones que impressionam visualmente mas oferecem desempenho insatisfatório, o Dakele Big Cola 3, como falamos, deixa pouco a desejar nesse aspecto apesar do nome estranho.

Ele tem uma tela de 5’ com resolução 1080p, processador MediaTek MT6752 64-bits de oito núcleos rodando a 1,7GHz, 3GB de RAM e 16GB de armazenamento interno (com slot para cartão microSD de até 128GB). Sua câmera traseira é de 13MP e a frontal é de 8MP - melhor até do que os 1,2MP da câmera frontal do iPhone 6 (embora píxels não sejam tudo nesse caso). E, além disso, é um smartphone com aparência de iPhone que toda Android Kit Kat 4,4.

HDC X - Clone do Moto X



Os smartphones da Motorola têm se tornado bastante populares nos últimos anos, então faz sentido que eles também tenham um clone chinês. O HDC X é uma cópia do Moto X, mas, por dentro, se parece mais com o Moto G - também fabricado pela empresa americana.

Ele tem uma tela de 4,7’ com resolução 720p,  processador quad core 1.2 GHz da Mediatek, 1GB de RAM, 4GB de armazenamento e câmeras traseira e frontal de 8MP e 2MP respectivamente. Talvez a diferença mais notável, porém, seja que ele roda apenas em Android 4.2 e não possui as funcionalidades avançadas de reconhecimento de fala dos dispositivos da Motorola.

HDC Galaxys Note 3 - Clone do Galaxy Note 3

O Moto X não foi o único smartphone a ganhar uma versão chinesa feito pela HDC - cujo próprio nome pode ser uma espécie de clonagem do nome da fabricante chinesa HTC. Seu Galaxys Note 3 imita o Galaxy Note 3 da Samsung, com a vantagem de estar disponível em versão cor-de-rosa, além de versões mais tradicionais em branco e preto.

Ele pode não ser o smartphone da Samsung, mas possui um respeitável processador MediaTek 6589T quad core de 1,5GHz, 2GB de RAM, 32GB de memória e uma tela IPS de 5,7’ com resolução 1080p. Ele tem também uma câmera traseira de 13,3MP e uma frontal de 8MP, roda em Android 4.3, e tem uma bateria considerável de 3200 mAh.

KingSing S2 - Clone do LG G3

A LG é outra que não poderia ficar totalmente a salvo dos clones chineses. E o S2 da KingSing, que mantém o visual dos botões traseiros do G3, um dos dispositivos top de linha da LG, é esse clone. Ele tem até mesmo o medidor de frequência cardíaca do smartphone da LG, apesar de algumas diferenças notáveis de design.

Em termos de configurações, as diferenças também são perceptíveis: seu processador é um MediaTek 6582 quad core de 1,3GHz, ele possui 1GB de RAM, 8GB de memória (com espaço para até 32GB em cartão microSD), câmeras de 8MP e 2MP (traseira e frontal respectivamente) e tela IPS de 5’ com resolução de apenas 960x540 (contra o 1440p do G3 original).

Sinoteck N1020 - Clone do Lumia 1020

Mesmo com seu design peculiar, o curioso Lumia 1020, smartphone com uma câmera na parte de trás, também ganhou um clone chinês. Mas apesar de eles serem semelhantes por fora, por dentro eles são radicalmente diferentes. Primeiramente, o sistema operacional do Sinoteck N1020 é Android, apesar de seus botões capacitivos serem iguais aos do Windows Phone.

Além disso, a câmera traseira (isso mesmo, traseira) do dispositivo chinês descaradamente mentiroso é de apenas 2MP, contra os 41MP da traseira do Lumia 1020. A diferença monstruosa entre os dos aparelhos se mantém para os outros componentes: o smartphone chinês possui uma tela de 4,4’ com resolução 800x480, um processador SpreadTrum de 1GHz e míseros 256MB de RAM e armazenamento interno.

Star LT36H - Clone do Sony Xperia Z

Reprodução

Chamar o Star LT36H de “clone” do Sony Xperia Z pode ser um pouco exagerado, já que eles possuem algumas diferenças visuais imediatamente notáveis. A mais perceptível é a ausência do botão redondo de liga/desliga que fica na lateral do aparelho, substituído por um conjunto mais convencional de botões.

Por dentro, porém, o smartphone da Star não está tão mal assim: possui tela de 5’ IPS com resolução 720p, processador MediaTek 1,2 GHz quad core, 4GB de armazenamento e 1GB de RAM, além de câmera traseira de 9,4MP e câmera frontal de 8MP. Ele roda em Android 4.2.1 e, assim como muitos smartphones chineses, não consegue acessar a Google Play Store.

 

Fonte: Olhar Digital

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar