Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

MAIS DE 20% DAS EMPRESAS BRASILEIRAS NÃO INVESTEM UM TOSTÃO EM P&D

17/07/2015

Cada vez mais a TI reduz os investimentos em Pesquisa e Desenvolvimento (P&D), conclui o Censo realizado pela Federação das Associações das Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação (Assespro Nacional), edição 2014.

O levantamento mostra que 22,4% das companhias no Brasil não realizam qualquer tipo de aporte no segmento. O número subiu quase três pontos percentuais em comparação a 2013. Além disso, 4,4% dos entrevistados não souberam responder a questão.

Das companhias nacionais que realizam algum tipo de investimento em P&D, 12,9% destinam entre 4% e 8% do faturamento para a área – o maior índice do Censo. Outro destaque é o aumento das organizações que investem mais de 15% das receitas para produzir conhecimento. Agora, são 9,7% dos entrevistados, dois pontos percentuais acima em relação a 2013.

O estudo apurou ainda que 33,2% investem até 2% do faturamento em P&D. Na região, o índice de empresas que não faz qualquer aporte na área é de 16,1%. As empresas que estão aportando recursos em P&D buscam, preferencialmente, aplicações de sistemas de informação. A categoria envolve sistemas de processamento de informações, controle de processos, sistemas de computação, entre outros, e corresponde a 38% dos entrevistados.

Em seguida aparecem a área de criação e gerenciamento de software (que envolve todo o processo de design e desenvolvimento de programas), com 29,3%. Os sistemas de informação em World Wide Web (www) ficam com 25,6%. O levantamento da Assespro Nacional, realizado com 814 empresas de 19 países, foi conduzido em toda a América Latina, sendo o Brasil responsável pela maior parte dos respondentes: 53% do total.

 
 
Fonte: Convergencia Digital

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar