Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

APPLE PODE SER PROCESSADA POR NÃO TROCAR MACBOOKS COM MANCHAS NA TELA RETINA

16/07/2015

Mancha no MacBook Pro Retina (6)

Um problema estranho vem afetando o MacBook Pro Retina: a camada antirreflexo parece se descolar da superfície da tela, deixando manchas nas bordas ou no meio do display. E a Apple já se recusou a resolver isso dentro da garantia, sugerindo que o usuário pague US$ 800 pelo serviço. Isso deixou muita gente bem insatisfeita.

Mais de 3.000 usuários se cadastraram no site Staingate.org, que vem coletando casos de MacBooks com as estranhas manchas na tela; há também um grupo no Facebook.

Segundo o MacRumors, usuários reclamam dessas manchas desde agosto de 2013, mas o problema aparentemente vem se intensificando desde então. Em alguns casos, a mancha é mais discreta, aparecendo próximo à webcam ou nas outras bordas da tela:

Mancha no MacBook Pro Retina (3)
 

Em outros casos, as manchas são enormes, atravessando quase toda a tela:

Mancha no MacBook Pro Retina (4) Mancha no MacBook Pro Retina (5)

Alguns céticos dizem que esses usuários estão usando produtos de limpeza na tela do MacBook, o que causa danos. A Apple recomenda que você “umedeça o pano de limpeza incluído apenas com água e limpe a tela”. No entanto, os usuários garantem que nunca usaram produtos abrasivos, e o defeito aconteceu mesmo assim.

Um motivo para as manchas pode ser a pressão das teclas e do trackpad na tela enquanto o laptop está fechado, como sugerem estas fotos do fórum da Apple:

Mancha no MacBook Pro Retina (1) Mancha no MacBook Pro Retina (2)

Alguns dizem até que isso pode ser efeito do calor, que estaria derretendo a cola que prende a superfície antirreflexo ao display. Você pode ver mais fotos aqui.

O site Staingate.org diz:

As manchas podem começar tão cedo quanto 7 meses após a compra. Não existe um padrão claro de como elas começam: em alguns casos, elas aparecem de forma pequena ao redor da borda; em outros, elas aparecem bem grandes no meio.

A Apple não respondeu adequadamente a este problema e nos disse que este é um “dano estético e não é coberto pela garantia”. Os custos do conserto giram em torno de US$ 800/€ 800 com uma garantia de 3 meses, portanto, provavelmente no 12º mês o Macbook começaria a mostrar manchas novamente.

O engenheiro de software Phi Chong diz à BBC que precisou substituir duas vezes a tela do MacBook nos últimos dois anos: “da última vez o revestimento antirreflexo começou a descascar em menos de um mês”.

Às vezes a Apple resolve o problema dentro da garantia; às vezes, diz que é apenas um “dano estético”, não um defeito de fabricação. Por isso, os usuários querem um programa gratuito para consertar todos os MacBooks que têm esse problema, estejam eles na garantia ou não.

Ação civil pública

Para pressionar a Apple, o escritório de advocacia americano Whitfield Bryson & Mason entrou em contato com o grupo e pediu para que os donos de MacBooks com mancha preencham este questionário. Este pode ser o primeiro passo para uma ação civil pública.

Essa pressão já surtiu resultado antes. Algumas unidades do MacBook Pro vendidas entre 2011 e 2013 sofriam com problemas de travamento devido ao chip gráfico da AMD. A Apple trocava componentes – às vezes cobrando pelo serviço – mas o problema voltava. No ano passado, o escritório Whitfield Bryson & Mason entrou com uma ação civil pública; pouco tempo depois, a Apple se ofereceu a consertar os laptops afetados de graça.

Nem sempre a tática funciona, no entanto. Em 2013, diversos usuários apontaram que o primeiro MacBook Pro Retina tinha problemas de retenção de imagem nas telas fabricadas pela LG. Um usuário entrou com uma ação civil pública contra a Apple, mas ela foi rejeitada pelo tribunal.

Um porta-voz da Apple diz à BBC que quem for afetado pelo problema deve entrar em contato com a empresa. Eles não confirmam se há problemas com a tela, nem o que poderia estar causando danos.

 
 
Fonte: Gizmodo

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar