Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

GOOGLE ADICIONA OFICIALMENTE “CANCELAR ENVIO” AO GMAIL. SAIBA COMO ATIVÁ-LO

24/06/2015

Por anos, o Gmail Labs oferece recursos experimentais bem úteis para os usuários. O “Cancelar envio” é um deles: lançado em 2009, ele permite ativar um timer para cada e-mail que é enviado: você tem entre 5 e 30 segundos para clicar em “desfazer” e revisar o texto da mensagem, ou inserir um anexo que você esqueceu.

Agora, este recurso se “formou” do Gmail Labs e está disponível para todos, mas ainda precisa ser ativado – o que é bem simples.

Se você ainda não estava usando o “Cancelar envio”, faça o seguinte:

  • no Gmail, clique na engrenagem e depois em “Configurações” (ou clique neste link para acesso direto);
  • desça um pouco a página, clique na opção “Ativar o cancelamento de envio” e escolha o período em segundos para desfazer o envio;
  • desça a página e clique em “Salvar alterações”.

Cancelar envio

Para cancelar o envio, clique em “Desfazer” no topo da tela:

Cancelar envio - desfazer

Também é possível usar a tecla “z” para cancelar o envio. Para ativar isso, faça o seguinte:

  • digite ? (ponto de interrogação) no Gmail;
  • surgirá uma tela com os atalhos de teclado; clique em “Ativar”.

Gmail - ativar mais atalhos

Como você já deve saber, o “Cancelar envio” basicamente segura seu e-mail por alguns segundos para que você possa voltar atrás e modificar a mensagem. Não é como no Outlook, em que a mensagem é de fato interceptada antes de chegar ao destinatário – algo que só funciona caso ele e você usem o Microsoft Exchange.

O “cancelar envio” não está disponível nos apps do Gmail para Android e iOS; no entanto, você o encontrará no app Inbox.

Este é mais um recurso a sair do Gmail Labs, mas há outros que você ainda pode ativar, como um botão Marcar como lido; um ícone para exibir o número de mensagens não lidas na aba do navegador; além de colocar o Hangouts do lado direito. 
 
 
 
Fonte: Gizmodo

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar