Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

CUSTO DO TELETRABALHO SAI DO BOLSO DO TRABALHADOR

23/06/2015

Uma pesquisa recente realizada pela Regus, que entrevistou 44 mil executivos sêniores, em mais de 100 países, revelou que 61% dos trabalhadores possuem um escritório em casa, mas apenas 51% deles o consideram um ambiente profissional.No Brasil, a pesquisa foi aplicada nas cidades de Belo Horizonte, Brasília, Campinas, Curitiba, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro e Salvador.

Dados do levantamento mostram que montar um escritório em casa para trabalhar custa aproximadamente mil reais por mês no Brasil e, um em cada dez entrevistados brasileiros, afirma que precisaria gastar mais do que um mês inteiro de salário para transformar seu escritório num ambiente profissional. Além disso, apenas pouco mais de um quarto dos brasileiros afirma que suas empresas contribuem para a montagem destes espaços. O custo dessa infraestrutura sai do próprio bolso.

Mas, mesmo parecendo que as empresas ainda estão economizando quando optam por ajudar o trabalhador na montagem e manutenção do escritório, a falta de regulamentação do ambiente de trabalho pode impactar negativamente o negócio. Sem um espaço ideal, o colaborador pode ter dificuldades para estabelecer as prioridades da nova rotina, se organizar e, principalmente, manter o foco.

“Se, por um lado, existe a vantagem de assegurar que uma equipe é capaz de trabalhar efetivamente mesmo longe do escritório, por outro, os números mostram que muitas empresas correm riscos diários por não regular o ambiente de trabalho, tanto no quesito de segurança, quanto de comprometimento do trabalhador”, salienta o diretor da Regus no Brasil, Otávio Cavalcanti. O executivo comenta ainda que os ambientes de trabalho compartilhados são uma ótima alternativa para reduzir custos e manter as equipes motivadas. 




Fonte: Convergencia Digital

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar