Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

NASA COMEÇA PREPARAÇÃO PARA IR ATÉ EUROPA, A LUA OCEÂNICA DE JÚPITER

22/06/2015

captura_de_tela_19_06_-16_14
 

Europa, a quarta maior lua de Júpiter, é coberta por uma grossa camada de um gelo em constante mudança que parece flutuar sobre um oceano profundo e quente. Cientistas sugerem há muito tempo que este é lugar mais provável de haver vida além da Terra. E agora, enfim, a NASA confirma que a primeira missão para a Europa entrou em fase de desenvolvimento.

O desenvolvimento dessa missão, que será lançada em 2020, teve início nessa quinta-feira (18). Os oceanos de Europa podem ser duas vezes maiores que os da Terra, e cientistas especulam que os mares dessa lua possuem piso rochoso e até marés criadas pela força gravitacional de Júpiter.

John Grunsfeld, administrador associado do Diretório de Missões Científicas da NASA, em Washington, EUA, diz:

Hoje damos um animador passo do conceito para missão, na nossa busca para encontrar sinais de vida além da Terra. Observações da Europa nos providenciaram tentadoras dicas nas últimas duas décadas, e chega a hora de buscar respostas para as questões mais profundas da humanidade.

Então essa é explicitamente uma missão para encontrar vida. A JPL irá construir a ainda não nomeada espaçonave da missão, com instrumentos providenciados por diversos laboratórios.

1303521178520664644

Vale lembrar que na ficção científica existe a ideia que a Europa é inabitada e humanos não devem ir até lá. Talvez o mais conhecido seja o filme 2010, no qual alienígenas dizem para a humanidade que “Todos estes mundos são seus exceto Europa. Não tentem pousar nela”. Mais recentemente, surgiu o filme independente Europa Report, no qual humanos tentam pousar lá e, bem… você pode assisti-lo para saber do resto.

Talvez em referência a essa tradição da ficção científica, a missão da NASA não tentará pousar na gélida lua oceânica de Júpiter. Em vez disso, ela voará 45 vezes pela Europa, passando por Júpiter no processo, com instrumentos que podem fazer de tudo, desde mapas visuais da superfície, até análises espectrais, radares, sondagens, análise de campo magnético, sensor de temperatura e outros.

Mas mesmo que não encontremos vida na Europa, existem alguns outros lugares — que parecem ter água — no espaço para explorarmos. O mais notável sendo Encélado, uma lua de Saturno que é conhecida por lançar vastos jatos d’água no espaço, o que sugere que exista uma oceano abaixo da crosta dela.


 
Fonte: Gizmodo

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar