Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

AMD LANÇA 6ª GERAÇÃO DE DE APUS, CODINOME CARRIZO, PARA NOTEBOOKS

03/06/2015


A AMD acaba de anunciar o lançamento de sua sexta geração de Unidades de Processamento Aceleradas (APU), codinome Carrizo. Com foco em dispositivos compactos, como notebooks, estes chips trazem como principal destaque uma melhor utilização da área do die e uma maior eficiência energética, entregando mais performance por watt consumido, duas características muito bem vindas em dispositivos de menor porte e que dependem da autonomia da bateria pra funcionar.

As APUs Carrizo chegaram com três focos principais: maior duração de bateria, manter a liderança na área de performance gráfica para jogos e trazer evoluções nos núcleos de processamento. Estes SoC - sistemas-em-um-chip - chegam com quatro núcleos "Excavator" com 2MB de memória L2 Cache, gráficos integrados baseados na arquitetura Graphic Core Next de terceira geração e suportam memórias DDR3 em dual-channel operando a até 2133 MHz.

Os núcleos Excavator, uma evolução dos núcleos Steamroller geração anterior, receberam importantes refinamentos. A AMD promete uma maior eficiência energética, entregando 2.4 vezes mais performance por watt consumido, um salto considerável comparado ao ritmo da evolução observada nos chips Kaveri. Mantendo esta velocidade de inovação, a AMD espera evoluir em 25 vezes a eficiência energética de suas APUs entre 2014 e 2020, sendo que de 2009 a 2014 a melhoria foi de 10 vezes.
 
 

Uma evolução importante dos núcleos Carrizo é a reorganização dos componentes de processamento Excavator. Implementando um design de alta densidade, estas novas APUs conseguem uma redução da área em 23%, mantendo a mesma litografia de 28 nanômetros e reduzindo o consumo de energia. Com essa reorganização, é possível colocar 29% mais transistores em uma mesma área de die de uma APU Kaveri. Por conta de aprimoramentos como a maior L1 data cache, mantendo as mesmas latências, estas novas unidades aceleradas entregam entre 4 e 15% mais instruções por ciclo.

 

Na parte dos gráficos, um dos grandes destaques é um novo acelerador UVD, capaz de agilizar a codificação e decodificação de formatos populares como o HEVC/H.264, 4K MJPEG, MPEG-2 e o MPEG-4/DivX. Com estes componentes dedicados e otimizações do chip, as APUs conseguem codificar e decodificar vídeos até 3.5 vezes mais rápido. Como consequência dessa maior eficiência, os chips Carrizo consome menos de 2W para manter um vídeo em 1080p em execução, algo que representa menos da metade do necessário para exibir este mesmo vídeo na geração anterior de APUs, e que podem estender em até 2 vezes o tempo que um notebook conseguirá reproduzir vídeos antes de ficar sem bateria.

Os chips Carrizo vem equipados com Compute Unites - algo que tem uma sigla que não funciona muito bem em português -  baseados na terceira geração da arquitetura GCN, a mesma presente nas placas de vídeo da empresa. Estes gráficos integrados trazem suporte ao DirectX 12, trazem importantes melhorias na performance do tessellation. Ao total, a parte gráfica das APUs entregam até 819 GFLOPS de processamento.

O verdadeiro potencial das APUs aparece em outra capacidade: a tecnologia HSA, ou Heterogeneous System Architecture (ou, em tradução livre, Arquitetura de Sistema Heterogênea). Combinando o poder de processamento dos núcleos Excavator com os gráficos integrados GCN, os computadores baseados nesta arquitetura podem realizar múltiplas ações como unir dados, processá-los e renderizar, tudo de forma mais ágil.

Um dos elementos centrais desta agilidade é o hUMA, algo que em tradução livre se torna Acesso de Memórias Heterogêneo Unificado. Com esta tecnologia, tanto CPU quanto GPU tem acesso total à memória RAM, acelerando processos ao dar acesso a ambos os componentes da APU a todos os dados, um recurso semelhante ao presente nos videogames da atual geração Xbox One e Playstation 4.

 Os notebooks equipados com as APUs de sexta geração chegam ao mercado internacional em junho, trazidos por diversas fabricantes.
 
 
 
Fonte: Adrenaline

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar