Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

EMPRESAS BRASILEIRAS SÃO MUITO VULNERÁVEIS AO ROUBO DE DADOS

29/05/2015

Uma pesquisa feita pelo Instituto Ponemon, a pedido da IBM, mostra que as empresas brasileiras são as mais vulneráveis para sofrer atentados contra os seus dados. O estudo ouviu 350 empresas, em 11 países, e todas, sem exceção, informaram terem sofrido algum tipo de violação de dados. O relatório apontou um aumento de 23% no custo médio de cada violação de dados corporativos. Somente no ano passado, o custo médio de cada registro comprometido aumentou 6%, indo de US$ 145 para US$ 154.

Três fatores principais colaboraram para o aumento no custo de uma violação de dados nos últimos anos. Dois deles são a multiplicação da incidência de ciberataques e o crescimento do número de negócios perdidos como resultado, com prejuízo médio de US$ 1,57 milhão por ataque em 2015 (era US$ 1,33 milhão ano passado), revelou reportagem do IDG News Services.

O terceiro fator é o aumento nos custos associados à detecção e agravamento das violações de dados, incluindo atividades forenses e de investigação, serviços de avaliação e auditoria e equipes de gerenciamento e comunicação de crise. Em média, essa despesa aumentou de US$ 760 mil no ano passado para US$ 990 mil em 2015.

O estudo do Ponemon também analisou as violações de dados por países e concluiu que as empresas do Brasil e da França têm mais chances de terem seus dados comprometidos, envolvendo um mínimo de 10 mil registros, enquanto as canadenses e alemãs são as menos prováveis de sofrerem um ataque do gênero.

 
 
 
Fonte: Convergencia Digital

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar