Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

FERRAMENTA DO GOOGLE PERMITE USAR APPS DO ANDROID NO CHROME

02/04/2015

Em setembro, o Google lançou o ARC (App Runtime for Chrome), que permitia rodar apps do Android no Chrome OS. Agora, o projeto cresceu: é possível levar esses apps para o Chrome no Windows, Mac e Linux – e você pode testar.

Primeiro, baixe o recém-lançado ARC Welder, uma extensão do Chrome para rodar apps de Android no formato .apk. Abra-o, e você verá uma tela com um botão “+” pedindo para você adicionar seu APK.
 

Você pode encontrar uma variedade de apps gratuitos para baixar em seu computador nos sites APKMirror.com e apk-dl.com. Uma lista preparada pela comunidade /r/chromeapks do Reddit reúne links de download para diversos apps gratuitos que você pode testar no PC ou Mac, notando se há bugs ao rodá-los no Chrome.

Depois de selecionar o APK, você chega à tela “Teste seu app”, onde você decide se quer rodar o app com a tela na vertical ou horizontal, em modo smartphone ou modo tablet.
 

Agora é só clicar em “Abrir app” e pronto! Apps como Twitter e Instagram funcionam direitinho, assim como alguns jogos (Angry Birds, Cut the Rope).

Uma das novidades no ARC Welder é incluir alguns dos Google Play Services, que são APIs proprietárias do Google – como Mapas, Anúncios e Login com Google+ – necessárias para que alguns apps funcionem.
 

Talvez você encontre problemas ao rodar certos apps: nem todas as APIs ainda estão disponíveis, e os desenvolvedores precisam inserir código em seus apps para que elas funcionem no Chrome, não apenas no Android.

Mesmo assim, este é um sinal de que muito mais apps Android poderão chegar ao Chrome no futuro. Isso é possível graças ao NaCl (Native Client), uma tecnologia do Google para rodar código C e C++ dentro do navegador de forma isolada (em sandbox), aproveitando ao máximo o processador e chip gráfico.

A tecnologia tem código aberto, mas Mozilla e Opera se opõem ao NaCl, dizendo que “apps nativos são caixas-pretas em uma página web”, e que “isso traz problemas de complexidade e segurança”.
 
 
 
Fonte: Gizmodo

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar