Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

OPERADORAS SÃO PROIBIDAS DE CORTAR DADOS AO FIM DA FRANQUIA NO MARANHÃO

01/04/2015

Quem se viu incomodado com o corte total de internet móvel após o fim da franquia de dados recebeu pelo menos um alento quando a Justiça do Maranhão determinou que as operadoras devem seguir fornecendo dados aos clientes depois do estouro do que foi contratado.

O juiz acatou na última sexta-feira, 27, um pedido do Procon-MA. Segundo a decisão, de caráter liminar, as empresas terão que pagar multa diária de R$ 10 mil caso descumpram o que lhes foi ordenado. Também será necessário pagar por danos sociais e morais coletivos.

A base jurídica para a ordem, segundo o UOL Tecnologia, é que a alteração do contrato com seus clientes, embora permitida pela Anatel, “é abusiva, conforme o Código de Defesa do Consumidor”, explicou o juiz Douglas de Melo Martins.

Segundo ele, os clientes têm direito a consumir dados após o final da franquia. Isso porque a resolução da Anatel que permitia que as operadoras mudassem seu modelo de negócios seria nula e, portanto, o corte da internet seria ilegítimo.
 
 
 
Fonte: Olhar Digital

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar