Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

NOVO CHIP ARM DE BAIXO CONSUMO TERÁ BATERIA QUE PODE DURAR DÉCADAS

31/03/2015

 
 
 

A Atmel disponibilizou ontem alguns protótipos de um novo microcontrolador (MCU) de consumo ultra-baixo, o SAM L21. O componente baseado em ARM pode estender radicalmente a duração da bateria de dispositivos inteligentes que necessitam de pouca bateria: Quando ativos, consomem menos que 35 microamps por MHz de velocidade de processamento e, em modo de descanso, operam em menos de 200 nanoamps.

Segundo o diretor de marketing de produto da Atmel, Andreas Eieland, o dispositivo possui uma carga tão baixa que pode ser recarregado através das descargas elétricas do próprio corpo. Eieland realizou uma demonstração desta recarga na CES 2015:

Segundo Eieland, a maioria dos MCUs de baixo consumo disponíveis no mercado atual operam na faixa dos 120 a 160 microamps por MHz de processamento. Segundo o benchmark ULP Ultra Low Power, da Embedded Microprocessor Benchmark Consortium (EEMBC), o L21 é o microprocessador de menor consumo do mundo. Seu resultado foi de 185, 50% a mais que seu competidor mais próximo (O STM32L4, da STMicro) e também das MCUs de baixo consumo da Atmel.

Além de reduzir a quantidade necessária por MHz, a empresa precisa fazer o máximo para reduzir o consumo de bateria. Esse tipo de pensamento levou ao uso de diversos "domínios" de energia para diversos níveis de atividade do processador. 

 "Nos modos de descanso tradicionais, você simplesmente corta o giro (para para impedir a dissipação de energia). O que nós fizemos no L21 foi que nós temos cinco domínios de energia – não apenas cortamos o clock, mas também impedimos o vazamento de carga dos módulos não-utilizados."

Andreas Eieland, Diretor de Marketing de Produto da Atmel em entrevista à ArsTechnica

O MCU L21 usa um núcleo CPU Cortex M0+ de 42MHz – o menor processador ARM de 32-bit disponível. Ele também carrega até 256kb de memória Flash, 32kb de RAM estática e até 8kb de RAM estática de baixo consumo em separado, mantida em funcionamento até mesmo no modo de descanso, funcionando até como bateria de baixo consumo ao final da principal.

Entre os periféricos de baixo consumo suportados pelo L21 estão um controlador com interface sensíveis à toque, módulo de criptografia AES, gerador de números aleatórios, e até quatro dispositivos de entrada e saída. O MCU também apresenta compatibilidade com placas de circuito de propósitos gerais.
 
 
 
Fonte: Olhar Digital

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar