Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

BIG DATA: NEGÓCIOS X TI. A GUERRA ESTÁ DECLARADA?

30/03/2015



Levantamento anual da Capgemini, elaborado em parceria com a EMC Corporation, destaca que mais da metade dos entrevistados - 52% - relatou que a análise inteligente dos dados foi dificultada por limitações no processo de desenvolvimento de TI, numa clara demonstração que há, hoje, nas corporaçoes uma divisão evidente entre as áreas de negócios e de Tecnologia.

Mais do que isso: 36% dos entrevistados disseram que, devido à importância estratégica do Big Data, tiveram que se esquivar das equipes de TI para executar as análises de dados necessárias para obter percepções valiosas para o negócio.

O estudo também apura que mais de dois terços das organizações (65%) assumem que correm o risco de deixar de ser competitivas se não incorporarem novas soluções de análise de dados. Segundo ainda o levantamento, para 63% das empresas entrevistadas, o big data está mudando os limites tradicionais de negócios e permitindo a migração de novos fornecedores dentro da indústria.

Na pesquisa, mais de um quarto (27%) mencionou novos concorrentes de outros setores, enquanto 53% acredita que concorrerá com start-ups preparadas para lidar com dados. Isto sugere que o domínio da gestão e análise de Big Data é agora fundamental não apenas para o sucesso, mas também para a sobrevivência do negócio.

Outros 61% reconhecem que big data, por si só, contribui para o aumento da receita, e está se tornando tão valioso para as corporações quanto seus produtos e serviços. Não à toa, 43% das organizações já possuem ou estão se reestruturando para explorar novas oportunidades em Big Data.

O  relatório ‘Big & Fast Data: The rise of Insight-Driven Business’ (Dados volumosos e velozes: a ascensão do negócio orientado à informação, em português), entrevistou mais de 1.000 diretores e tomadores de decisão da América do Norte, América do Sul, Europa e Ásia Pacífico para entender a necessidade e a capacidade de adoção do big data nas empresas.
 
Fonte: Convergencia Digital

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar