Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

MICROSOFT SE EXPLICA: CÓPIAS PIRATAS DO WINDOWS CONTINUARÃO IRREGULARES

20/03/2015

A Microsoft esclareceu o que quis dizer ao afirmar que usuários de cópias piratas do Windows façam o update gratuito para o Windows 10. Não será essa “mamata” toda. Na verdade, o software continuará sendo considerado “não-genuíno” e, como consequência, não haverá suporte oficial, como já acontece atualmente.

A atualização será, sim, gratuita, ao que tudo indica mas não será surpresa se os piratas começarem a receber alertas para adquirir uma licença original. Em contato com o The Verge, a Microsoft afirma que oferecerá essa possibilidade pela Windows Store.

“Ofereceremos o mecanismo para que PCs com Windows 10 não-originais ‘se tornem genuínas’ na nova loja do Windows, tanto para quem atualizou o Windows quanto para quem acabou de instalá-lo”, diz um representante, notando que isso valerá para o mundo inteiro.
 

O fato é que a empresa ainda não está sendo muito clara em relação ao que pretende fazer em relação ao seu público pirata, que não é pequeno. As primeiras informações apontavam para um update amplo e irrestrito, mas agora já há alguns asteriscos na oferta de atualização gratuita, mas não se sabe quais serão, de fato, as restrições enfrentadas pelas cópias não-oficiais do Windows.

Entrando em território especulativo: não seria surpresa se a empresa apresentasse uma oferta limitada para os usuários de versões não-genuínas do Windows para legalizar sua situação, ou um período de “trial”, para que as pessoas testem antes de pagar, apresentando restrições depois de um tempo. Também é possível que estas pessoas deixem de receber atualizações de segurança. A Microsoft ainda não diz quais são os planos.

 
 
 
Fonte: Olhar Digital

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar