Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

SMARTPHONE MAIS FINO DO MUNDO É TÃO LEVE QUE DÁ ATÉ MEDO DE QUEBRAR

09/03/2015

Uma das vantagens de estar no Mobile World Congress, evento de tecnologias móveis realizado em Barcelona (Espanha), é ter acesso a smartphones de empresas asiáticas pouco conhecidas, mas com qualidades únicas.

O Elife S5.1, da chinesa Gionee, é um desses. Ele é o smartphone mais fino do mundo, de acordo com registro de outubro de 2014 do "Guinness Book", o livro dos recordes. O aparelho tem apenas 5,31 milímetros de espessura --em material de divulgação, a marca diz ser 5,15 milímetros.

Quando o assunto é smartphone, cada vez mais as marcas têm desenvolvido aparelhos mais finos. No entanto, ao mexer em um aparelho um pouco mais "grosso" que uma moeda, a sensação é de medo, pois ele parece ser muito frágil, que vai cair ou se desfazer. Utilizá-lo no bolso, então, também dá certa apreensão, pois o usuário mal nota o dispositivo.

O aparelho, que foi lançado na China no último trimestre de 2014, tem configurações respeitáveis: tela de 4,8 polegadas SuperAmoled, processador octa-core (oito núcleos) de 1,7 GHz, 16 GB para armazenamento, 1 GB de Ram e duas câmeras, sendo uma de 5 megapixels (frontal) e outra de 8 megapixels (traseira). Além do "corpo magro", o Elife S5.1 pesa 94,6 gramas.

Para dar proteção adicional ao smartphone, a Gionee colocou vidro Gorila Glass na parte traseira do dispositivo e também na parte frontal da tela.

O smartphone mais fino do mundo, segundo o "Guinness", vem com uma versão modificada do sistema operacional Android KitKat (4.4). Uma das esquisitices presentes na plataforma é o ícone da câmera, que é praticamente igual ao do aplicativo "Retrica" para Android.

Outro recurso que causou estranheza foi a área de notificações. Em vez de uma fileira apenas com alguns ícones das funcionalidades, o usuário tem acesso a 15 --o que deixa a interface bem poluída.

A Gionee atua prioritariamente em mercados asiáticos. O modelo Elife S5.1 é vendido por cerca de US$ 330 (cerca de R$ 970).

 
 
 
Fonte: Uol

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar