Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

OPERADOR DE SITE DE ´VINGANÇA PORNÔ´ NOS EUA ASSUME CULPA EM LOS ANGELES

20/02/2015 01:00:00

Um homem que publicou fotos explícitas de mulheres em um site criado por ele e voltado ao tema de "vingança pornô" aceitou culpa em acusações sobre invasão de contas de email e roubo de identidade, disseram promotores norte-americanos.

O acordo entre Hunter Moore, 28, e procuradores federais acontece quase três anos depois que a BBC News apontou Moore como "o homem mais odiado da Internet" e reportou que ele era conhecido por publicar o nome completo e localização das pessoas cujas fotos eram divulgadas em seu site.

A "vingança pornô", que envolve a publicação de fotos de mulheres ou homens sem seu consentimento na Internet em situações íntimas, algo normalmente feito por ex-parceiros, atraiu a atenção de parlamentares de diversos Estados dos EUA que aprovaram legislações para dar fim à prática.

Moore, como outros empreendedores da vingança pornô, publicou fotos de mulheres e algumas de homens, enviadas por ex amantes, mas foi mais adiante ao pagar um hacker para acessar contas de email ilegalmente para obter mais fotos de nudez para o site.

Ele concordou confessar culpa nas acusações de invasão de computadores e roubo de identidade e agora enfrenta sentença de prisão de dois a sete anos, de acordo com acordo arquivado em um tribunal federal, em Los Angeles.

Charles Evens, homem o qual promotores afirmam ter sido pago para invadir as contas de email, ainda enfrenta acusações de invasão de sistemas eletrônicos e conspiração e vai à julgamento em março.

Moore está agendado para ir ao tribunal em 25 de fevereiro, mas a audiência deve ser adiada para março, segundo informou um porta-voz dos promotores federais. Tanto Moore quando Evens foram presos em janeiro em uma investigação conduzida pela polícia federal norte-americana (FBI).
 
 
 
Fonte: Uol

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar