Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

RAPIDSHARE ENCERRARÁ SUAS ATIVIDADES EM 31 DE MARÇO

11/02/2015

Captura de Tela 2015-02-10 às 19.08.24
 
 

Depois de mais de uma década ajudando pessoas a baixar filmes, músicas e outros arquivos, o popular serviço de compartilhamento de arquivos RapidShare vai encerrar suas atividades no próximo mês, por decisão própria. O site está aconselhando os usuários a recuperarem seus arquivos antes de eles serem deletados, o que deverá ocorrer em 31 de março de 2015.

Não conhece o RapidShare? Você deve se lembrar destes ícones, lá da época do Kazaa:

rapidshare speedometer

Com sede na Suíça, o RapidShare começou em 2002, e em 2010 era apontado como um dos 50 sites mais utilizados na internet. Mas essa popularidade teve um preço. Como o RapidShare era adorado em grande parte por ser uma maneira fácil de compartilhar materiais protegidos por direitos autorais com apenas um download direto, o site (obviamente) se tornou inimigo das empresas de entretenimento. A RIAA chamou o RapidShare de  “site desonesto”  e a empresa teve que lidar com uma sequência de ações judiciais. Num determinado momento, os tribunais britânicos ordenaram que o site monitorasse os usuários e relasse o compartilhamento ilegal de arquivos.

O RapidShare tentou um relançamento como um serviço de armazenamento na nuvem. Em 2013, ele precisou abrir mão da maioria de sua equipe. Em 2014, ele parou de oferecer  seu serviço gratuito, dando a si mesmo uma sentença de morte. Com tantas maneiras de compartilhar (e piratear) conteúdo sem pagar, não havia como o RapidShare permanecer no negócio.

A atual safra de serviços de compartilhamento de arquivos também não está indo muito bem. O atual campeão Pirate Bay está de volta depois de um longo hiato depois de ter sido invadido em novembro passado, e ontem, o serviço de torrent KickAss teve seu domínio apreendido. Estes sites voltam quase tão rápido quanto são derrubados, mas o conflito em curso entre os serviços de compartilhamento de arquivos e as iniciativas de combate à pirataria não vão desaparecer tão cedo, e a maré parece mais baixa do que nunca. Ao que tudo indica, o RapidShare está indo embora em definitivo. 
 
 
 
Fonte: Gizmodo

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar