Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

EMPRESA DE SEGURANÇA ACREDITA QUE A SONY FOI HACKEADA PELA RÚSSIA

06/02/2015

´Sony
 
 

Em uma nova reviravolta do thriller Sony vs. Hackers, a empresa de segurança Taia Global afirma que o responsável pelos ataques à Sony Pictures Entertainment em novembro não foi a Coreia do Norte, mas sim a Rússia. E alega que os hackers ainda têm acesso a toda a rede da empresa!

De acordo com a agência, hackers russos ganharam acesso à rede da Sony ao mesmo tempo que os hackers norte-coreanos — conhecidos por Guardiões da Paz (GOP) — e lançaram o ataque ao estúdio. Milhares de emails e informações confidenciais da empresa vieram à tona e acredita-se que a Coreia do Norte autorizou o ataque como forma de retaliação ao filme “A Entrevista”, considerado ofensivo pelo governo norte-coreano. Os Estados Unidos condenaram publicamente a Coreia do Norte, mas a Taia Global afirma ter evidências para confrontar a acusação, que já foi questionada por alguns pesquisadores de segurança. A empresa contratou um linguista que concluiu que o mais provável é que a origem dos hackers seja russa.

Jeffrey Carr, CEO da Taia Global, alega ter recebido diversos arquivos da Sony datados de janeiro de 2015. Eles foram enviados pelo hacker russo conhecido por “Yama Tough” e não estão presentes em nenhum dos pacotes de dados que o GOP divulgou anteriormente. Pelo menos um documento foi averiguado pelo próprio autor, segundo Carr. O hacker, entretanto, nega qualquer contato com a agência de segurança.

Enviado por ele ou não, vale contextualizar que Yama não é um hacker qualquer. Ele foi responsável por invadir e roubar códigos-fonte dos softwares pcAnywhere e Norton Antivirus da empresa Symantec, em 2012. Pois é, o mesmo Norton Antivirus que supostamente serve para proteger computadores — pessoais e de empresas — de vírus e ataques externos.

Yama recebeu os documentos de “Unnamed Russian Hacker”, ou URH, ou “Hacker Sem Nome”, em português. E UHR é um hacker russo conhecido por ocasionalmente prestar serviços ao governo russo.

De qualquer forma, o mais significante disso tudo é que a Sony continua hackeada e novos ataques podem ocorrer a qualquer momento. Isso é, se as afirmações da Taia foram verdadeiras. O que possibilita toda uma gama de novas teorias nesse assunto que já virou uma novela. A Sony pode ter sido invadida pelos dois países ao mesmo tempo, ou então a Coreia do Norte nunca esteve envolvida em nada e a culpa é toda da Rússia. A última teoria tem algum fundamento, já que executivos da Sony foram informados dias antes do ataque e, de acordo com os emails, tudo poderia ter sido evitado caso tivessem pagado o “resgate” da rede da empresa.
 
 
 
 
Fonte: Gizmodo

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar