Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

ARM REVELA CHIP COM DESEMPENHO APRIMORADO PARA SMARTPHONES E TABLETS

04/02/2015

A projetista britânica de chips ARM Holdings lançou nesta terça-feira um novo processador com desempenho melhorado e que tem como alvo smartphones e tablets que serão lançados no ano que vem.

O novo processador Cortex-A72 foi exibido em um momento em que a indústria do smartphones tem dificuldade com a desaceleração da demanda após anos de crescimento explosivo originado pelo iPhone, em 2007.

Investidores estão preocupados com as menores taxas de royalties da ARM enquanto o crescimento do mercado de smartphones migra para a China, onde consumidores compram aparelhos de 200 dólares ou menos, comparados aos 600 dólares nos Estados Unidos.

Em vez de produzir seus próprios chips, a ARM licencia sua tecnologia de processadores para outras companhias de semicondutores, incluindo Qualcomm e Samsung Electronics, assim como para a Apple. A empresa recebe royalties baseados no preço de venda dos chips usados por seus parceiros.

O novo processador da ARM tem desempenho 3,5 vezes melhor que os chips de 2014, disseram executivos da empresa em evento em San Francisco, nos Estados Unidos. O novo chip também terá redução no uso de energia, melhorando o desempenho da bateria de smartphones, afirmaram.

O vice-presidente de marketing da ARM, Nandan Nayampally, afirmou que a capacidade de processamento melhorada do Cortex A72 permitirá que smartphones e tablets possam lidar com tarefas complexas de computação como análises de voz sem precisarem se conectar com a Internet.

Muitas tarefas pesadas de computação acessadas por usuários de smartphones atualmente são realizadas em centrais remotas de processamento de dados detidas por empresas como Amazon.com e Google, em vez de serem realizadas no próprio aparelho.

"Há mais do que o suficiente em termos de performance para se lidar com um nível cada vez maior de complexidade nos aparelhos", disse Nayampally, acrescentando que dispositivos produzidos com a nova tecnologia devem chegar ao mercado no início de 2016.
 
 
 
Fonte: Uol

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar