Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

NASA USARÁ TRUQUE DE HACKER PARA CURAR AMNÉSIA DE ROBÔ EM MARTE

02/01/2015

Opportunity pode estar chegando próximo do fim de sua vida útil

O robô Opportunity, que explora o terreno de Marte há mais de dez anos, está sofrendo de problemas de memória, segundo a agência espacial americana Nasa.

O veículo de seis rodas - que não é para ser confundido com o Curiosity, da missão lançada em 2011, cujas recentes descobertas tiveram grande destaque nos noticiários - tem reiniciado constantemente e de forma inesperada o seu sistema operacional.

Os cientistas acreditam que o longo tempo de uso acabou afetando a memória eletrônica.

John Callas, gerente de projeto da Nasa, explicou em entrevista à emissora Discovery News que, como qualquer computador, o Opportunity tem dois tipos de memória.

Sua memória não-volátil é como o disco rígido de um PC: mantém as informações guardadas mesmo quando o robô é desligado, o que é ideal para armazenar dados a longo prazo.

Já a memória volátil funciona como a memória RAM de um computador. É possível acessá-la mais rapidamente, mas, quando a máquina desliga, qualquer dado guardado nela é perdido.

A falha ocorre na memória não-volátil, quando o robô tenta salvar dados de telemetria nela. O Opportunity guarda, então, estas informações em sua memória volátil, mas elas são perdidas quando ele desliga.

"Por isso, estamos tendo estes eventos de ´amnésia´", afirmou Callas. "Ele esquece o que já fez."

Fim da vida útil

O problema está se tornando mais grave, segundo a Nasa.

Sempre que ocorre a falha de memória, o robô reinicia a si próprio e, às vezes, para completamente de se comunicar com o centro de controle da agência.

Mas os cientistas já tem um plano para resolvê-la. Eles tentarão "hackear" o software do Opportunity para consertar a falha, ao fazer com que ele ignore a parte com defeito de sua memória.

Isso levará algumas semanas, de acordo com Callas. No entanto, ele acrescentou que o Opportunity está ficando velho e pode estar chegando perto do fim de sua vida útil.

"É como ter um parente idoso que tem boa saúde. Mas nunca se sabe. Ele pode ter um derrame grave no meio da noite", disse o cientista.

Mesmo que o robô pare de funcionar, ele terá excedido em muito seu objetivo de passar apenas três meses em Marte.

Dez anos depois de seu pouso, o Opportunity já percorreu 41,8 km da superfície do planeta, enviando dados vitais para a compreensão da sua composição biológica.

 
Fonte: Uol

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar