Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

GOVERNO INDIANO ORDENA BLOQUEIO DE GITHUB, VIMEO E OUTROS 30 SITES

02/01/2015

O governo indiano exigiu de seus servidores de internet e operadores mobile o bloqueio de 32 sites em nome de suas leis de censura. Sites como GitHub, Archive.org, Imgur, Vimeo, DailyMotion, Pastebin e outros nomes conhecidos fazem parte da lista, segundo o diretor do Centro para Internet e Sociedade da Índia, Pranesh Pakesh. O motivo, conforme o líder do partido político Bharatiya Janata, Arvind Gupta, é de que tais páginas contém conteúdo do Estado Islâmico do Iraque e do Levante (ISIS).

Segundo Gupta, os sites que cooperarem com o governo indiano e removerem os conteúdos do ISIS serão desbloqueados. Alguns websites acataram a exigência da Índia para terem acesso liberado novamente no país. Segundo o Times of India, as páginas não eram acessáveis através do serviço 3G da Vodafone, embora foi possível conectar em três deles utilizando os serviços da empresa rival, a Airtel.

O governo indiano – assim como o russo – possui um histórico de tentativas de censura de conteúdo que soa "perigoso" para consumo da população. Gigantes da comunicação, como o Google e o Facebook, receberam processos em 2012 por não censurarem o acesso do povo indiano à informações "questionáveis". E com questionáveis, pode-se dizer tudo que for "eticamente dúbio", "grotescamente danoso", "difamatório" ou "blasfemo."

As consequências da censura prejudicam os planos do primeiro ministro indiano, Narenda Modi, que desejava promover o país como um destino para as empresas se desenvolverem – inclusive as que lidam com tecnologia de informação. Bloquear o GitHub, uma das maiores fontes de informações compartilhadas neste meio, é um gesto controverso que pode afastar as empresas interessadas em se instalar no país.
 
 
 
Fonte: Adrenaline

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar