Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

MERCADO DE SMARTPHONE BATE RECORDE COM PREÇO MÉDIO DE R$ 590, DIZ IDC

23/12/2014

Apesar dos números baixos da economia, o mercado brasileiro de smartphones continua quente, de acordo com a consultoria de mercado IDC. Em estudo divulgado nesta segunda-feira (22), a empresa disse que houve 15,1 milhões de celulares inteligentes vendidos entre julho e setembro deste ano – um aumento de 49% comparado ao mesmo período de 2013. A quantidade é considerada um recorde.

A razão para o aumento da venda de smartphones, diz o estudo da consultoria, tem relação com a redução de preço dos aparelhos. "No começo de 2011, o ticket médio dos aparelhos estava em R$ 900. No segundo trimestre deste ano caiu para R$ 700 e, entre julho e setembro de 2014, a média de preços ficou em R$ 590", explicou Leonardo Munin, analista de pesquisas da IDC Brasil, em comunicado enviado à imprensa.

No último trimestre de 2014, as vendas devem ser maior ainda. Dados prévios do período mostram que outubro foi o mês em que mais foram vendidos smartphones no Brasil. Ao todo, foram comercializadas 7 milhões e unidades. Com a proximidade da Black Friday, os varejistas compraram os aparelhos um mês antes do dia de ofertas.

Brasileiro está mais consciente na compra

A consultoria também notou uma mudança no comportamento do brasileiro ao adquirir smartphones. Para a empresa, o consumidor tem entendido melhor a questão do custo-benefício, de que celular bom não é necessariamente o mais caro: existe um meio-termo. Prova disso, é que a venda de aparelhos intermediários (com faixa de preço entre R$ 450 e R$ 900) ultrapassou a de dispositivos de entrada (até R$ 400).

Quanto a sistema operacional, a plataforma Android continua líder no Brasil com 91% de fatia de mercado. O Windows Phone, no terceiro trimestre, ficou em segundo lugar, seguido do iOS. Até o fim do ano, a consultoria acredita que haverá um empate entre o sistema móvel da Microsoft e da Apple.

No que diz respeito a telas, a consultoria aponta o grande interesse em aparelhos com display grande.

O ano deve fechar com 63% das telas acima de 4 polegadas. A título de comparação, em 2011, 93% do mercado era composto por dispositivos com displays abaixo de 4 polegadas. Os phablets (dispositivos com tela acima de 5 polegadas) devem fechar o ano com 15% do total de smartphones.
 
 
 
Fonte: Uol

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar