Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

INSTAGRAM REMOVE SPAMMERS DA REDE E FAMOSOS PERDEM MILHARES DE SEGUIDORES

22/12/2014

Na última semana, o Instagram anunciou que iniciaria um processo de limpeza de contas spam da rede social. Os resultados começaram a ser comprovados nessa semana com perfis famosos perdendo até milhares de seguidores considerados "robôs" pela rede social.

Um levantamento feito pelo empreendedor norte-americano Zach Allia mostra a variação de números de seguidores das 100 contas mais populares da rede. No gráfico feito por Allia, por exemplo, só o perfil oficial da própria rede já perdeu mais de 18 milhões de seguidores. O cantor Justin Biber perdeu 3,5 milhões; a modelo norte-americana Kim Kardashian, 1,3 milhão e a cantora norte-americana Beyoncé, 830 mil.

O site norte-americano "The Verge" cita que o rapper norte-americano Mase chegou até a deletar sua conta no Instagram após perder mais de 1,5 milhão de seguidores.

A insatisfação de alguns usuários pela perda de seguidores pode ser vista em algumas postagens no perfil oficial do Instagram. Uma usuária identificada como "megzizzle" postou em inglês: "A limpeza de contas que vocês estão fazendo não está ajudando ninguém. Perdi mais de 100 seguidores".

Em comunicado enviado ao site norte-americano "Business Insider", o Instagram disse que removeu, predominantemente, contas de spam ou perfis que violaram os termos da rede social.

Por que é importante ter muitos seguidores?

Ter muito seguidores, além de mostrar "popularidade", é vantajoso, pois é uma forma que as celebridades têm de negociarem ações publicitárias com parceiros. Quanto mais gente envolvida, em tese, maior o alcance de uma publicação.

Na internet, há uma série de serviços que ferem os termos de uso do Instagram e que possibilitam "comprar" popularidade na rede com curtidas ou novos perfis.

"Os cibercriminosos agem, geralmente, vendendo seguidores ´robôs´, que não publicam nada, ou perfis roubados de usuários. Quando alguém o contrata, ele direciona essas contas para seu cliente", explica Fábio Assolini, analista de malware da Kaspersky (empresa russa de segurança).

Há alguns serviços na internet que oferecem 1.000 seguidores no Instagram por R$ 21. Alguns outros pacotes disponibilizam 5.000 followers por até R$ 150.

O "negócio" do spam no Instagram também é usado por cibercriminosos. Eles costumam inventar promoções chamativas que envolvem curtir ou seguir páginas. Após angariar um número de seguidores, são postadas imagens com links para endereços maliciosos.

Para Assolini, essa limpeza promovida pela rede tem relação com planos de ganhar dinheiro. "A companhia quer ser um espaço confiável para receber publicidade e quanto menos usuários falsos houver, melhor."
 
 
 
Fonte: Uol

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar