Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

MARK ZUCKERBERG ESTÁ PENSANDO EM MANEIRAS QUE VOCÊ PODE USAR PARA “DISCURTIR” COISAS NO FACEBOOK

12/12/2014

Durante a segunda sessão de perguntas e respostas ao vivo do Facebook hoje, Mark Zuckerberg respondeu a perguntas de usuários sobre a empresa e seus planos para o futuro da maior rede social do mundo.

A primeira pergunta foi: O Facebook está pensando sobre como adicionar um botão de “discurtir”?

Zuckerberg disse que é algo muito debatido dentro da empresa. Ele não acha que é preciso haver um mecanismo de votação ou mesmo um botão específico de “discurtir”, mas sim alguma opção com outros sentimentos para situações em que você pode não querer “curtir” algo, mas mesmo assim mostrar sua emoção.

mark-zuckerberg-q-e-a

Ele deu o exemplo de quando algo triste acontece, você pode não querer dar like no status. A empresa está pensando em “outros sentimentos” e como poderia usá-los com um único botão ou processo fácil semelhante à maneira como você “curte”, mas isso não deve chegar tão cedo.

Ele disse explicitamente que não haverá um botão de unlike, mas a empresa está pensando em outras maneiras de expressar isso.

Aqui estão outras perguntas feitas na sessão:

O Gráfico de Pesquisas está chegando em outras línguas?

Sim! Zuckerberg expressou frustração ao falar que a transição tem sido mais lenta do que a empresa queria e que ele é impaciente sobre isso, mas disse que vai lançar para outros idiomas, eventualmente.

E sobre os testes do Facebook?

A rede social tem uma política de tentar novas ideias e ver como elas se saem. A empresa altera algoritmos e novos recursos quase diariamente e Zcukerberg ressaltou que, se fosse para adicionar algo como o botão de “discurtir”, eles iriam testar como ele se funciona antes de adicioná-lo totalmente.

“Os testes são uma parte extremamente importante do Facebook global”, disse Zuckerberg. Existem algumas restrições, no entanto: A empresa não realiza testes sobre privacidade, em menores de idade ou com novas informações que não tenham sido recolhidas antes.

Ele ainda comentou sobre o infâme teste sobre as emoções dos usuários: Aparentemente, eles fizeram isso porque viram artigos sobre usuários que viam posts tristes e ficavam tristes também, e pensaram que tinham uma “responsabilidade com a comunidade” de executar um “pequeno” teste para ver como eles se sentiam.

Zuckerberg reconheceu que “[a empresa] poderia ter feito muito melhor”.

Na primeira sessão de perguntas e respostas, Zuckerberg explicou por que forçou você a fazer download separado do Messenger.
 
 
 
Fonte: Codigo Fonte

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar