Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

11 GADGETS QUE MORRERAM ANTES DA HORA

02/12/2014

sega dreamcast
 
 

Talvez a maior tragédia da tecnologia de consumo seja os vários gadgets jogados na metafórica cova mais cedo do que seria o ideal. Seja pelo marketing mal feito, pela falta de suporte ou apenas um timing ruim, eles se foram precocemente.

Semana passada pedi aos leitores americanos que indicassem alguns gadgets e tecnologias que foram fazer companhia aos dinossauros e antes de aflorarem por completo e mostrarem todo seu potencial. Muitos responderam com alguns hardware bastante à frente do seu tempo, outros, com gadgets que foram mais refinamentos de uma plataforma já existente. Em alguns poucos casos, partes dessas máquinas encontraram espaço em outros produtos e serviços. Em comum, todos esses gadgets compartilham o mesmo fim: a extinção.


Commodore Amiga

Amiga

Quando os Macs não eram caixas não expansíveis, monotarefa e monocromáticos, e os PCs eram dominados pela linha de comando, a Amiga introduziu um computador expansível com coprocessadores dedicados para gráfico e áudio que era capaz de exibir imagens coloridas, tinha som estéreo, uma GUI baseada em janelas em cima da linha de comando e multitarefa preemptiva.

Via Logan05


Compaq iPAQ

iPAQ

Tive um Compaq iPAQ no começo dos anos 2000 e depois atualizei para um HP iPAQ por volta de 2004. Eles eram maquininhas sensacionais! Rodavam suave  e podiam fazer praticamente tudo que um PC fazia. Lembro bem deles rodando melhor e mais funcionais do que os primeiros smartphones que saíram. Sem falar na autonomia da bateria, que era fantástica!

Via OskyDosky


 

Sega Game Gear

Game Gear

Tirando o fato de que gastava seis pilhas AA a cada três horas, era um dispositivo portátil bem bom. E colorido.

Via proseandcahns


Atari Lynx

Lynx

Se vamos mencionar o Game Gear nesta lista, então é difícil não dar ao dispositivo portátil da Atari um espaço também, já que ele trouxe a primeira tela LCD colorida antes da Sega lançar o Game Gear, um ano mais tarde (ainda assim, o Lynx era mais barato e a bateria durava mais em comparação). No fim, acabou atropelado pela concorrência da Nintendo, o que foi uma pena. Esse vídeo game portátil era bem bacana.


Apple Newton

Newton

O Newton! Foi um PDA antes da Palm e um tablet antes do iPad. Jamais foi reconhecido pela sua genialidade.

Via barry.george


Microsoft Zune

Zune

Para ser sincero eu não ligo muito para o hardware, embora o meu [Zune] de 2ª geração e 120 GB ainda esteja funcionando bem. Mas ainda acho o software melhor do que qualquer coisa rodando o iOS. É fácil navegar e a forma com que ele lida com música e podcasts é provavelmente tão boa quanto você gostaria que fosse. Seria o máximo se a Microsoft abrisse o código do software desse player; assim eu poderia fazer algo como rodá-lo em um Raspberry, e depois integrá-lo ao painel de um aparelho de som.

Via Charles Engasser

O Zune pode não ter sido o mais inovador, afinal foi lançado tarde, mas como muitos apontaram, a ideia de que o iPod era a melhor alternativa ao incompreendido Zune tem sido historicamente superestimada.

Pesou também, para inclui-lo nesta lista, a paixão que todos demonstraram pelo Zune.


DVR ReplayTV

ReplayTV

Tive um DVR ReplayTV e adorava. Sempre achei confuso o fato de que o TiVO abocanhou a maior parcela do mercado (e acabou empurrado o ReplayTV para fora), porque o ReplayTV parecia tão mais poderoso e até mais amigável que o TiVO.

Via Data1001


Panasonic 3DO

3DO

Alguém se lembra do 3DO? Era um negócio do mal! Dragons Lair (incrível) e muitos outros títulos que eram quase como se estivéssemos jogando filmes. Ele durou pouco tempo, e teve cerca de 20~30 jogos. Maluquice!

Via buddyson


Sony Mini Disc

Mini Disc

Amava meus tocadores de minidiscs. Tive alguns no início dos anos 1990. Chegou próximo de fazerem sucesso, mas acabaram como um produto de transição entre CDs e players de MP3, contra os quais não conseguiu competir em tamanho físico e de armazenamento.

Via oldfartypants


Sega Dreamcast

Dreamcast

Um dos meus vídeo games favoritos de todos os tempos. Ainda tenho o meu e jogo feliz de vez em quando. Ele era melhor que a maioria dos outros sistemas da época, tinha conectividade em rede nativa e o meu era chipado, então dava para aproveitar os jogos japoneses, que eram indiscutivelmente superiores aos americanos – alguns faziam uso total do Visual Memory Unit (e até tinham uns mini games para ele). Eu adorava esse negócio. Ele morreu antes do tempo e eu sempre achei o Xbox um tipo de descendente em muitos aspectos. Mas o Xbox nunca foi o meu Dreamcast.

Via richardrae1


Google Glass (talvez)

Glass

Eu sinceramente duvido que o Glass foi alguma vez qualquer coisa além de uma prova de conceito. Ele voltará em outra forma, e em breve. Se isso será bom, deixo essa no ar.

Via friskfyr32

Gadgets vestíveis são o nosso futuro, mas o Google Glass, na sua forma atual, não parece estar nesse futuro. Se olharemos para esse esquisito headset de realidade aumentada como o avô de tecnologias muito mais capazes e discretas, é outra pergunta que ainda sem resposta.



 
 
 
Fonte: Gizmodo

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar