Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

POST FALSO QUE EVITA ´ROUBO DE DADOS´ PELO FACEBOOK VOLTA A CIRCULAR NA WEB

01/12/2014

O Facebook passou a notificar os usuários nessa semana sobre mudanças nos termos de serviço da rede, que passam a vigorar em janeiro de 2015. Com isso, várias pessoas passaram a publicar uma mensagem que, supostamente, impede o Facebook de "roubar dados" pessoais. Consultado pela reportagem, a empresa diz que a mensagem é falsa e sua publicação não garante nenhum tipo de direito específico para quem publicá-la.

Em resumo, a mensagem fala que o Facebook implementou um software que "permite o roubo de dados pessoais" e que se a rede quiser utilizar informações, deverá pedir autorização por escrito ao usuário.

Além disso, a postagem fala que caso a rede social infrinja o que está ali estabelecido, poderá ser punida pelo Estatuto de Roma, uma iniciativa de vários países que ajudou a criar a Corte Penal Internacional. Apesar da sofisticação do comunicado, ele não tem nenhum efeito.

A partir do momento que uma pessoa utiliza o Facebook, ela concorda com os termos estabelecidos pela companhia. A empresa diz que não rouba informações dos usuários e que apenas vende informações anônimas a anunciantes.

Essa não é a primeira vez que usuários apelam para mensagens que, supostamente, evitam que o Facebook "roube suas informações". Em 2012, houve um processo parecido, mas com um texto diferente.  Na ocasião, a rede informou que a mensagem surgiu nos Estados Unidos e, com o tempo, foi traduzida para o português e viralizada no Brasil.

O Facebook passou a notificar os usuários nessa semana sobre mudanças nos termos de serviço da rede, que passam a vigorar em janeiro de 2015. Com isso, várias pessoas passaram a publicar uma mensagem que, supostamente, impede o Facebook de "roubar dados" pessoais. Consultado pela reportagem, a empresa diz que a mensagem é falsa e sua publicação não garante nenhum tipo de direito específico para quem publicá-la.

Em resumo, a mensagem fala que o Facebook implementou um software que "permite o roubo de dados pessoais" e que se a rede quiser utilizar informações, deverá pedir autorização por escrito ao usuário.

Além disso, a postagem fala que caso a rede social infrinja o que está ali estabelecido, poderá ser punida pelo Estatuto de Roma, uma iniciativa de vários países que ajudou a criar a Corte Penal Internacional. Apesar da sofisticação do comunicado, ele não tem nenhum efeito.

A partir do momento que uma pessoa utiliza o Facebook, ela concorda com os termos estabelecidos pela companhia. A empresa diz que não rouba informações dos usuários e que apenas vende informações anônimas a anunciantes.

Essa não é a primeira vez que usuários apelam para mensagens que, supostamente, evitam que o Facebook "roube suas informações". Em 2012, houve um processo parecido, mas com um texto diferente.  Na ocasião, a rede informou que a mensagem surgiu nos Estados Unidos e, com o tempo, foi traduzida para o português e viralizada no Brasil.
 
 
 
Fonte: Uol

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar