Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

BRASIL É O ÚNICO PAÍS DO MUNDO COM TREINAMENTO PARA CIBERCRIMINOSOS

21/11/2014

 

Foto: Wikimedia Commons.
 
 
 

O Brasil é o único país do mundo que oferece treinamento para hackers que pretendem cometer crimes online. É o que aponta um estudo da empresa de segurança Trend Micro.

O estudo “The Brazilian Underground Market”, divulgado nesta quinta (20) traz um panorama sobre o cibercrime e as cifras que o crime digital movimenta no país. O material aponta o submundo do cibercrime do país como sendo o único que possui treinamentos para pessoas que querem entrar nesse mercado. Os treinamentos mais buscados são os que ensinam a cometer fraudes bancárias, que podem custar entre R $120 e R$ 1.500.

Os criminosos também oferecem serviços e ferramentas para os novos malfeitores. Páginas de phishing são opções muito utilizadas pelos criminosos no Brasil, principalmente as páginas de instituições bancárias, para se apropriar das credenciais do usuário e conseguir fazer movimentações em suas contas bancárias. O custo é, em média, de R$ 100. O Brasil é, também, o segundo país em número de sistemas infectados por malware bancário, atrás de Estados Unidos e empatado com o Vietnã.

Essas ferramentas oferecidas no mercado negro, muitas vezes, permitem que pessoas com pouco conhecimento de tecnologia consigam ter sucesso ao aplicar golpes e fraudes online. “O cibercrime no Brasil está se desenvolvendo cada vez mais. A oferta de softwares, serviços e malwares maliciosos está crescendo, e os preços diminuindo”, diz Fernando Mercês, pesquisador da Trend Micro responsável pela elaboração do material.

Um exemplo de ferramentas disponíveis são os Bolware Kits, que, uma vez instalados na máquina do usuário, conseguem modificar os boletos bancários gerados naquele sistema. O levantamento da Trend Micro afirma que a ferramenta custa em torno de R$ 400. Já credenciais de cartões de crédito válidos saem a partir de R$ 90 dependendo do limite de crédito do cartão. Lista de números de telefone ficam por R$ 750, dependendo do tamanho da cidade. Já seguidores, visualizações e likes em mídias sociais custam a partir de R$ 20.
 
 
 
 
Fonte: Ne10

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar