Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

BARBIE PROGRAMADORA QUE NÃO ENTENDE DE TECNOLOGIA GERA POLÊMICA

21/11/2014

 
 
 

Nos últimos dias, um livro publicado pela Mattel em 2010 chamou tanta atenção negativa que a empresa se desculpou por seu conteúdo e ainda tirou o produto de circulação.

O problema é que o livro, da série “Quero Ser”, retratava a Barbie como uma engenheira da computação que não entende de... computação. Pior: depende dos amigos homens para efetuar as funções que deveria saber.

O conteúdo despertou a ira de internautas após a publicação de um texto no Gizmodo, no qual Pamela Ribon chama atenção para a contradição do caso. Afinal, a série foi criada pela Mattel justamente para, através da Barbie, mostrar às garotas que mulheres podem ser o que quiserem - a personagem já foi retratada como presidenta, por exemplo.

Em “Barbie: Posso ser uma engenheira da computação”, ela pede ajuda para programar jogos e, quando permite que o computador da irmã seja ocupado por um vírus por acidente, fica sem reação aguardando até que os amigos o consertem.

Em uma mensagem postada no Facebook, a empresa lembrou que a publicação tem quatro anos e que desde então os livros têm sido retrabalhados. Ressaltou ainda que o produto não reflete a visão que a Mattel tem sobre a Barbie.

 
Fonte: Olhar Digital

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar