Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

CIENTISTAS CRIAM O ´BIO-DRONE´, CAPAZ DE DERRETER E ESCONDER SEGREDOS DE ESPIONAGEM

13/11/2014

Cientistas do centro de pesquisas da NASA em Ames desenvolveram o primeiro bio-drone, uma aeronave não tripulada feita, majoritariamente, de componentes derivados de matéria orgânica biodegradável. Além de ecológico, o bio-drone pode esconder que estava sendo usado para espionagem, tornando-se uma poça de gosma.

"Ninguém saberia se você derramou um pouco de água com açúcar ou se tinha uma aeronave ali."

Lynn Rothschild, membro do centro de pesquisa da NASA em Ames

O corpo do drone, majoritariamente, é feito de micélio, que é, em termos simplificados, a parte vegetal de um fungo. Além disso, é usada uma "folha" de celulose tirada de bactérias de laboratório para fazer uma capa protetora para o fungo, enquanto proteínas clonadas da saliva de vespas ajudam na impermeabilização. 

Mas nem todo componente pode ser feito a partir de material biológico. Os circuitos, por exemplo, foram impressos com uma tinta de nanopartículas de prata, que também é degradável, mas não orgânica.

Para seu voo inaugural, o bio-drone usou hélices, controles e baterias de um "quadcóptero" comum, mas o laboratório pretende tornar essas partes biodegradáveis também no futuro. O próximo passo são os sensores do drone, onde já existem experimentações com a E. coli (gênero amplo que agrega milhares de espécies de bactérias) para construí-los.
 
 
 
Fonte: Adrenaline

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar