Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

INTEL PAGA INDENIZAÇÃO A CONSUMIDORES POR FALSIFICAR RESULTADOS DE PERFORMANCE DO PENTIUM 4

05/11/2014

Quase quinze anos depois de seu lançamento, o Pentium 4 continua dando dor de cabeça para a Intel. Um processo coletivo aberto na California alega que a empresa falsificou a performance do produto e enganou os consumidores.

A Intel nega que tenha maquiado resultados, mas concordou em realizar um acordo judicial e está pagando uma indenização simbólica de 15 dólares para cada residente dos Estados Unidos que comprou o processador entre Novembro de 2000 e Dezembro de 2001. Foi criado um site especial em https://www.intelpentium4litigation.com/ para gerenciar os pedidos de indenização.

O processo também envolve a HP, que teria participado do esquema de forjar resultados positivos de performance para o Pentium 4. A empresa também nega envolvimento em qualquer adulteração de testes realizados.

De acordo com a alegação dos acusadores, a Intel e a HP não apenas sabiam que o Pentium 4 era inferior ao AMD Athlon, da concorrência, como também era inferior ao próprio Pentium III da Intel em testes internos.

“A Intel utilizou seus enormes recursos e influência na indústria da computação para, nas palavras da própria Intel, ‘falsamente melhorar as notas de performance do Pentium 4‘. Ela secretamente produziu testes de benchmark que ofereceriam notas mais altas para o Pentium 4, então lançou e propagandeou esses ‘novos’ benchmarks para analistas de performance como se fossem benchmarks de ‘empresas terceirizadas independentes‘, acusa o processo.

E vai além: “Ela pagou empresas de software para produzirem mudanças de programação ocultas que inflariam as notas de performance do Pentium 4 e até mesmo desabilitaram funcionalidades do Pentium III para que as notas do Pentium 4 parecessem melhor em comparação”.
 
 
 
Fonte: Codigo Fonte

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar