Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

NAUGHTY DOG IRÁ FOCAR NA PRODUÇÃO DE GAMES EM 1080P E 60FPS NO PS4

23/10/2014

 
 

Alguns dias depois da Ubisoft defender os games travados em 30FPS em consoles - e um engenheiro supostamente reclamar de uma pressão para que o mesmo fosse aplicado nos PCs - a Naughty Dog afirmou que tem como objetivo alcançar os 60FPS em seus futuros títulos para o Playstation 4. "Eu acho que é isto que queremos impulsionar para tudo que estamos fazendo nesta geração", afirma Arne Meyer, Gerente de Comunidade da Naughty Dog. "Isto era um dos objetivos quando construímos a engine para o PS4. Vamos ver e conseguimos alcançar isto. Se conseguimos com a remasterização de ´The Last of Us´, porque não continuar?"

"The Last of Us: Remasterd" já tem análise publicada aqui no Adrenaline, e nela percebemos algumas pontuais quedas de frames e artefatos durante o gameplay,  mas nada que comprometa a experiência com o game. Para os que preferem os 30FPS constantes, a Naughty Dog possibilita definir nas opções o jogo rodando travado em 30FPS. O responsável por lidar com a comunidade comentou também sobre os rumores acerca de remasterizações de outros games importantes do estúdio, como os primeiros três games da série "Uncharted", lançados originalmente no PS3: "Eu pessoalmente acho que funcionaria bem, porque há muita atenção para nosso estúdio por conta do sucesso de games como Uncharted 2 e 3 e também "The Last of Us". Seria legal dar aos jogadores a oportunida de voltar e jogar estes games mais antigos, para aqueles que são estreantes na plataforma da Sony", afirmou Meyer, sem confirmar nada.

A briga pela escolha entre 30FPS e 60FPS está relacionado a qualidade gráfica que representa esta taxa em que os quadros são renderizados. Em 60 quadros por segundo, a experiência com o game é mais fluída, ficando próximo a taxa de atualização disponível em monitores mais básicos. Com o sistema travado em 30 quadros por segundo, o hardware fica com mais margem para aumentar a qualidade gráfica e aplicando mais filtros, por exemplo. Travar em 30 quadros por segundo também evita o que é o pior cenário: oscilações exageradas na quantidade de quadros renderizados por segundo.

De acordo com a Ubisoft, os 30FPS também seria mais "cinematográficos", citando a experiência negativa de parte do público que assistiu o longa "O Hobbit" em 48FPS. Hoje a maioria dos filmes da telona são exibidos em 24 quadros por segundo.
 
 
 
 
Fonte: Adrenaline

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar