Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

´É O TRABALHO DOS SONHOS´, DIZ CRIADOR DE SITE DE FOTOS ´BREGAS´ DE FAMÍLIA

23/10/2014

Ter o melhor emprego do mundo é uma questão pessoal. No entanto, não há dúvidas de que trabalhar vendo imagens esquisitas de famílias de pessoas do mundo todo é no mínimo engraçado. Esse é a ocupação do norte-americano Mike Bender, 39, cofundador do site "Awkward Family Photos" ("Fotos esquisitas de família", em tradução livre), há quase seis anos. "É o trabalho dos sonhos", definiu.

Bender criou um blog em 2009 após reparar que sua mãe gostava de guardar fotos estranhas da família. "Pensei que todo mundo poderia ter fotos estranhas de família e criei o site junto com Doug Chernack, meu amigo de infância. A ideia é ser um ambiente amigável para que as pessoas compartilhem suas fotos bregas de família", disse em entrevista ao UOL Tecnologia.

O site começou com fotos pessoais de Bender e Chernack e agora recebe entre 20 e 50 fotos por dia de pessoas de todo o mundo. A exposição da vergonha alheia (consentida pelas pessoas, pois elas enviam as imagens para o site) virou um negócio e hoje essa é a forma de sustento dos fundadores da página, que tem 4 milhões de visitantes únicos por mês.

Em entrevista por telefone ao UOL Tecnologia, Mike Bender explica a razão do sucesso da página, como ganha dinheiro com o "Awkward Family Photos" e comenta os planos de expansão do site. Veja abaixo os principais trechos da conversa com o cofundador da página:

UOL Tecnologia: Por que você acha que o "Awkward Family Photos" faz sucesso?

Mike Bender: A resposta é simples: todo mundo consegue se identificar com o que é postado. Por essa razão que estamos no ar há seis anos.

As famílias são esquisitas por natureza e a gente criou um ambiente positivo para a postagem das imagens. As pessoas acessam o site para se divertir, compartilhar suas histórias e ter uma experiência libertadora, de uma forma.

Reprodução/Awkward Family Photos
"Awkward Family" recebe fotos enviadas pelos usuários que são, no mínimo, curiosas

UOL Tecnologia: Como é seu dia a dia? Posso imaginar o quão legal é ficar escolhendo essas imagens...

Bender: Todos os dias, analiso as imagens que recebemos e é muito divertido. Sempre busco escolher fotos que vão surpreender as pessoas de alguma forma. É o trabalho dos sonhos!

UOL Tecnologia: Quantas pessoas cuidam do site?

Bender: Faço todas as postagens e também faço curadoria das fotos que chegam para a gente. Temos ainda mais quatro pessoas, que cuidam da nossa loja online de camisetas, do licenciamento de fotos, das mídias sociais e do comercial, que negocia as ações de marketing.

Reprodução/Awkward Family Photos
"Awkward Family" reúne fotos esquisitas de família

UOL Tecnologia: Já tiveram algum problema com as fotos, pois várias delas dão vergonha (alheia) só de ver?

Bender: Não vemos as imagens postadas como "vexatórias", mas apenas como imagens estranhas. Tentamos mostrar que devemos nos orgulhar da nossa "esquisitice", pois todos temos arquivos desse tipo.

Há casos de pessoas que enviam fotos, mas depois se arrependem, pois alguém fez algum tipo de piada, por exemplo. Se as pessoas pedem, retiramos o conteúdo do ar.

UOL Tecnologia: Como você ganha dinheiro com o "Awkward Family Photos"?

Bender: O site é meu único trabalho. A gente ganha dinheiro com propagandas e a venda de produtos em nosso site. Agora, por exemplo, tem uma relacionada ao jogo "The Sims", da Electronic Arts. É assim que pagamos nossos quatro empregados e os gastos com o desenvolvimento da página.

UOL Tecnologia: Tem alguma categoria do site que você mais gosta?

Bender: Gosto de todas, mas depende um pouco da época. Agora, estão na moda as imagens de Halloween. Essas fotos são sensacionais, pois, muitas delas, têm todo um investimento dos pais em fantasias para as crianças e sempre usam materiais toscos, como papelão.

UOL Tecnologia: Vocês têm planos para expandir o site?

Bender: Temos conversado bastante sobre fazer versões locais do site, pois temos uma boa audiência fora dos Estados Unidos. De modo geral, temos boa audiência na Europa, América do Sul e Austrália. O Brasil ocupa a 13ª posição no ranking de acessos.

No entanto, ainda não temos nada de concreto sobre isso.
 
 
 
 
Fonte: Uol

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar