Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

APLICATIVOS SÃO OS ATRATIVOS DA INTERNET PARA JOVENS BRASILEIROS

22/10/2014

 

Entre os estudantes universitários brasileiros, a maioria (94,5%) tem acesso à internet por celular. Apenas 5,2% deles não possuem smartphone. Com relação à plataforma, a 68% preferem o sistema Android, em segundo lugar vem o iPhone (17%). O uso de aplicativos também faz parte dos hábitos dos jovens. A maioria (86,6%) acessa aplicativos frequentemente, e 64% preferem navegar em aplicativos do que em sites.

No dia a dia, os jovens usuários do smartphone não se separam de seus aparelhos, para 75% deles, ficar conectado poucos minutos antes de dormir é fundamental. Outros  62,5% afirmam que se conectam assim que acordam.

Quando se deslocam de um lugar ao outro, a conexão continua para 62,8% deles. Nas faculdades, o mundo virtual também é predominante, 69,5% afirmam usar o smartphone durante o tempo livre. Mesmo no banheiro, 29,5% admitem não conseguirem se separar de seus smartphones.

Os dados fazem parte de uma pesquisa realizada em julho e agosto deste ano com 2.143 universitários no Brasil. O estudo foi realizado pela rede  de estudos para alunos universitários Passei Direto -www.passeidireto.com, que conecta mais de 2 milhões de estudantes a conhecimentos acadêmicos de forma simples, gratuita e colaborativa. 

“Decidimos fazer a pesquisa porque é um assunto bastante atual e relevante, devido à importância que os celulares ganharam na vida das pessoas, por sua versatilidade como veículo de informação e interação coletiva. Além disso, faltam fontes de dados secundários sobre este tema”, conta Rodrigo Salvador, gestor e um dos criadores da Rede. 

De acordo com o levantamento, entre as situações acadêmicas mais comuns em que os universitários usam o smartphone estão pesquisas online, visualização de fotos (fotos do quadro, do caderno, de exercícios) e visualização de arquivos em formato PDF. O estudo mostrou que, minutos antes de uma prova, 58% dos universitários usam seus smartphones para tirar as últimas dúvidas. Porém, 61,5% dos universitários não recorrem ao seu smartphone para anotações de aula ou da matéria. 

O estudo revela também onde os universitários armazenam virtualmente seus arquivos acadêmicos. Para 98%, o melhor lugar ainda é o computador; 85% guardam seus materiais em pendrives; 82% preferem smartphones; 50,8% utilizam os principais sites de armazenamento de arquivos, e 31% usam o tablet para guardar seus materiais.

Dos estudantes que responderam à pesquisa, 57,8% são mulheres, 42,2% são homens. A maioria (82,2%) tem entre 18 e 21 anos de idade. A pesquisa contemplou estudantes universitários das áreas de humanas (48%), exatas (36%) e biomédicas (16%).
 
 
 
 
Fonte: Convergencia Digital

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar