Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

JOVEM BRASILEIRO ATUAL É EMPREENDEDOR E CONECTADO, DIZ PESQUISA

15/10/2014

Uma das maiores pesquisas já realizadas entre jovens brasileiros mostrou que a geração do milênio no Brasil é empreendedora e conectada. A pesquisa realizada pela Telefónica ouviu 6.700 pessoas de 18 a 30 anos em 18 países na América Latina, Estados Unidos e Europa.

O estudo, em sua segunda edição, revelou que esses jovens estão satisfeitos com o que alcançaram até agora, mas não perdem o foco na conquista de uma carreira bem-sucedida, ou em abrir seu próprio negócio. A ambição de ter o próprio negócio tem destaque na América Latina, com 26% das respostas, contra 8% nos Estados Unidos e 6% na Europa Ocidental.

Os Millennials brasileiros também acreditam que os melhores anos do Brasil ainda estão por vir.

O otimismo do brasileiro é uma qualidade ressaltada pelos próprios entrevistados com 94% deles se enquadrando, em maior ou menor grau, nesta qualidade (61% se dizem muito otimistas e 33% um pouco otimistas sobre o futuro). Além disso, 87% dos Millennials brasileiros estão satisfeitos com suas vidas e 76% dos pesquisados acreditam que os melhores dias do Brasil ainda estão por vir.

Os jovens brasileiros acham que o Brasil será um importante motor para o crescimento regional (73%). E isso poderá significar muito, uma vez que consideram que América Latina tem grande potencial e, na avaliação de 38%, será a segunda região em expansão nos próximos 10 anos. Em primeiro lugar, está a América do Norte (43%). Confiantes, 71% dos Millennials entrevistados no país acham que podem fazer a diferença localmente e 51% vão mais além e apostam que suas trajetórias podem gerar.

Famíia em primeiro lugar

Quando se trata da influência sobre sua própria formação, a geração do milênio coloca a família em primeiro lugar (79%). Em seguida, enxergam contribuições da educação escolar (66%) e religião (41%).

Convidados a imaginarem como estariam em 10 anos e o que gostariam de ter nesse caso, 43% escolheram um emprego estável com bom salário enquanto 20% ambicionam pelo próprio negócio e 17% preferem se dedicar ao sonho de comprar uma casa. Casar e ter filhos são coisas que estão entre as prioridades de apenas 7% e 8%, respectivamente.

Os Millennials brasileiros são otimistas sobre o futuro, mas suas preocupações sobre educação e corrupção são mais fortes que as verificadas em outras regiões do mundo.

Na avaliação de 46% dos entrevistados no país, a corrupção é o principal problema a ser enfrentado pelo Brasil e pelo mundo. E 83% dizem que ela é o maior empecilho para o crescimento do país, ao lado de desigualdade social (59%), inflação (56%) e lideranças.

No que diz respeito à educação, 75% dos Millennials brasileiros se mostram insatisfeitos com o sistema de ensino. Este índice está acima da média da América Latina, que é de 57%. Para 70% dos entrevistados no Brasil, o sistema de ensino é o principal aspecto da infraestrutura do país que o governo deve se concentrar em melhorar. E eles dizem que os três primeiros itens relacionados à educação que precisam melhorar são acesso à tecnologia (72%), qualidade dos professores (70%) e universalização do ensino (68%).
 
 
 
Fonte: NE10

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar