Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

4G NO BRASIL: COMO FUNCIONA E QUAL A SITUAÇÃO NO BRASIL APÓS OS LEILÕES

13/10/2014

 

Foto:
 
 
 

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) promoveu, no fim de setembro, leilão da frequência de 700 mega-hertz (MHz), que será usada para ampliar a tecnologia de quarta geração de banda larga móvel (4G). O leilão arrecadou quase R$ 10 bilhões. De acordo com o Ministério das Comunicações, o governo, no entanto, ficará com pouco mais da metade desse dinheiro, o caixa do Tesouro Nacional receberá reforço de R$ 5,43 bilhões no fim do processo.

Mas, afinal, você sabe o que é a tecnologia 4G? Preparamos uma lista com cinco pontos para te ajudar a entender.

Confira:

1) O que é a tecnologia 4G?
Segundo a Anatel, a tecnologia 4G é uma evolução das redes 2G e 3G. O padrão tecnológico adotado para a tecnologia 4G é o LTE (Long Term Evolution), enquanto o padrão 2G foi o GSM (Global System for Mobile Communications)e o 3G o UMTS (Universal Mobile Telecommunication System).

O 4G traz consigo aspectos relevantes que o tornam o principal sucessor das tecnologias existentes, tais como maior eficiência no uso do espectro de radiofrequência, redução da latência, que é o tempo entre o clique ou comando e a resposta, taxas de transmissão de dados elevadas, melhorias de capacidade e de cobertura e redução dos custos.

2) Qual a diferença entre 4G e 3G?
A principal diferença está na velocidade de transmissão de dados. Enquanto o padrão mais avançado do 3G permite downloads de até 21Mbps, o 4G chega 100Mbps.

3) O que são as faixas de frequência?
No Brasil, já está em uso a tecnologia 4G na faixa de 2,5Ghz, licitada em 2012. Nesse mês de outubro, foi licitada uma outra faixa (700MHz) para uso da tecnologia 4G. A faixa de 700Mhz é considerada melhor para as transmissões e é a mesma utilizada em outros países como os Estados Unidos. Por ser uma frequência mais baixa que a de 2,5Ghz, tem maior propagação e exige menos torres para se atingir a mesma cobertura e isso pode reduzir os custos.

4) Quem levou os lotes leiloados?
As empresas Claro, Vivo e Tim adquiram, cada uma, lotes nacionais para a prestação de serviços móveis na faixa de 700MHz. Cada lote correspondia a um pedaço de 20Mhz na faixa de 700Mhz. Já a operadora Algar adquiriu um lote regional, para prestação em cidades do interior de São Paulo, Minas, Goiás e Mato Grosso do sul.

O edital do leilão permite que os vencedores paguem a outorga de duas formas: 10% na assinatura do contrato, com parcelamento do restante, ou 100% do valor arrematado à vista.

5) Quando a tecnologia estará efetivamente disponível para os cidadãos adquirirem?
A utilização da faixa de 700Mhz depende da desocupação da faixa pelos radiodifusores (TV Analógica), conforme cronograma do Ministério das Comunicações. A expectativa é que o serviço comece a operar em 2017.
 
 
 
 
Fonte: Ne10

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar