Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

FACEBOOK MESSENGER ESTÁ PRESTES A GANHAR NOVO RECURSO: ENVIAR DINHEIRO PARA SEUS AMIGOS

06/10/2014

O Facebook Messenger possui um recurso de pagamento para amigos, e ele já está existe no app – só não está ativado para o público em geral. Isso permitiria enviar e receber dinheiro através do Facebook usando um cartão de débito.

Andrew Aude, estudante de ciência da computação na Universidade Stanford, descobriu o recurso oculto usando o Cycript, uma ferramenta de exploração de app para desenvolvedores.

“Eu o encontrei inicialmente há um mês, através da pesquisa de Jonathan Zdziarski sobre a segurança do Facebook Messenger”, Aude disse ao Gizmodo. Ele começou a procurar mais detalhes depois de ver um screenshot de Zdziarski que apontava para pagamentos móveis. Ele então descobriu um app pronto, só esperando para se tornar público.

A versão que Aude viu não aceitava cartões de crédito nem contas bancárias, mas permite que você coloque um código PIN para maior segurança. E as transações são privadas, ou seja, seu feed de notícias não será atualizado quando você pagar R$ 20 para um amigo, por exemplo.

Reprodução

O Facebook recentemente contratou David Marcus, ex-presidente da PayPal, como o chefe do Messenger, o que faz sentido. O código do aplicativo menciona o PayPal, mas Aude ainda não viu uma opção para pagar com o serviço.

Não vemos muito empecilho para o recurso ser ativado no Brasil: afinal, o Facebook aceita pagamentos no país via cartão de crédito, boleto bancário, MercadoPago, PayPal, entre outros.

Aude disse ao Gizmodo que o Facebook pode ativar ou desativar o recurso dependendo do usuário, e suspeita que alguns funcionários da empresa já têm acesso a ele. O universitário também encontrou uma nota indicando que o app terá pagamentos entre múltiplas pessoas; por enquanto, só é possível realizar transações entre duas pessoas.

Perguntamos à rede social sobre o novo recurso, mas eles se recusaram a comentar. Há sempre uma chance de que o Facebook poderia cancelar o projeto, mas parece que eles estão mais interessados do que nunca em seu dinheiro.
 
 
 
Fonte: Gizmodo

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar