Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

COM IPV.6 BATENDO À PORTA, BRASIL AMPLIA CONSUMO DE ENDEREÇOS IPV.4

30/09/2014

O Brasil foi o país  que apresentou maior crescimento em endereços IPv4 no último período de um ano, com 43% de aumento em relação ao segundo trimestre de 2013, revela o estudo ´State of Internet´, divulgado pela Akamai, nesta terça-feira, 30/09. O levantamento também apurou que, pela primeira vez, houve uma queda na contagem global de endereços de IP únicos, com redução de 0,9% no comparativo trimestre a trimestre.

Mesmo assim, sustenta o levantamento, houve aumento de 4,8% em relação ao mesmo período do ano passado. Apenas dois dos Top 10 países/regiões considerados no levantamento (Brasil e Japão) apresentaram aumento no número de endereços em relação ao primeiro trimestre de 2014. Isso pode ser atribuído a dois principais fatores: o fato de alguns provedores trabalharem para conservar os endereços IPv4 ou o resultado do aumento da conectividade IPv6 e adoção entre principais fornecedores de rede. 

Dentre os 10 países com mais endereços, o Brasil figura na terceira posição, com 6,7% de crescimento no trimestre. Se comparado ao mesmo período de 2013 (2T13), o país foi o único dentre os dez que apresentou crescimento de dois dígitos e permanece na primeira posição na adoção de endereços IPv4, com 43% de aumento. Quanto à adoção do IPv6, a maior demanda continua sendo de provedores, como a Verizon Wireless, que detém 50% das solicitações.

Quatro outros fornecedores – Telenet, Brutele, Kabel Deutschland e XS4ALL – representam mais de um terço dos pedidos do protocolo. Adicionalmente, os países europeus continuam dominando o ranking de adoção de IPv6, liderando sete das 10 principais posições - Bélgica, Suíça e Luxemburgo estão no topo da lista com 19%, 10% e 8,8%, respectivamente. A pesquisa da Akamai analisa os 238 países ou regiões conectados à plataforma Akamai no período – o que representa mais de 788 milhões de endereços IP – e, para os rankings, considera os que tenham mais de 25 mil endereços.
 
 
 
Fonte: Convergencia Digital

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar