Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

PARA GESTORES DE TI, NUVEM CORPORATIVA É MUITO CARA NO BRASIL

26/09/2014

 

A segurança segue sendo o grande entrave para o uso dos serviços de computação em nuvem, mas o custo alto das aplicações corporativas também pesa no ritmo de adoção no Brasil, revela estudo global da BT. O levantamento mostra que 70% de todos os entrevistados – e 76% dos brasileiros – já adotam soluções de armazenamento na nuvem e aplicações web em seus negócios, mas a confiança deles na segurança da nuvem nunca foi tão baixa. Apesar disso, 50% dos entrevistados (53% no Brasil) declararam adotar os serviços de nuvem criados para o mercado de massa e não aqueles projetados especificamente para o setor corporativo.

Para três quartos dos profissionais que tomam decisões na área de TI (76% globalmente, contra 78% no Brasil) a segurança é a principal preocupação quanto à utilização de serviços baseados em nuvem. Globalmente, metade dos entrevistados (49%, contra 60% no Brasil) disseram estar "muito ou extremamente preocupados” com relação à segurança desses serviços – um índice 10% superior ao da pesquisa realizada em 2012.

Quanto a preferir as soluções de nuvem voltadas ao consumidor àquelas criadas para as empresas, 48% dos entrevistados (62% no Brasil) revelaram a impressão de que serviços e aplicações baseadas em nuvem para o mercado corporativo são muito caras. E 44% deles (50% no Brasil) acreditam que as aplicações e os serviços de nuvem para o mercado de massa são tão eficazes quanto aqueles projetados especificamente para os usuários corporativos.

Para mais da metade (54%) dos tomadores de decisão de TI – contra 42% no Brasil – confiar em fornecedores também é uma preocupação. No total, 41% dos ouvidos pelo estudo têm a impressão de que todos os serviços de nuvem são naturalmente inseguros (comparação com 60% no Brasil). E 26% dos entrevistados em nível mundial (contra 37% no Brasil) disseram já haver experimentado um incidente de violação de dados em que o provedor de serviços de nuvem foi parcialmente culpado.

"A pesquisa revela um paradoxo interessante: de um lado, os tomadores de decisão estão preocupados com as consequências do uso de serviços públicos de nuvem para a segurança; entretanto, suas decisões de compra parecem estar decisivamente influenciadas pela percepção de custos no curto prazo", diz Javier Semerene, vice- presidente da BT Global Services para a América Latina.

O estudo foi concluído pela Vanson Bourne para a BT em julho de 2014. Foram realizadas entrevistas com mais de 640 tomadores de decisão de TI de médias e grandes organizações (com mais de mil colaboradores) em 11 países/regiões – África do Sul, Alemanha, Austrália, Brasil, Espanha, Estados Unidos, França, Hong Kong, Oriente Médio, Reino Unido e Cingapura –, abrangendo áreas como finanças, varejo e entidades governamentais.

 
 
 
Fonte: Convergencia Digital

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar