Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

MAIS DA METADE DA POPULAÇÃO TEM ACESSO À INTERNET, APONTA A PNAD

19/09/2014

O número de brasileiros que usa internet já ultrapassa a metade da população, segundo dados da Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios) 2013. Pela primeira vez, a proporção de internautas chegou a 50,1%, de acordo com o material divulgado nesta quinta-feira (18) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), superando os 49,2% de internautas registrados em 2012.

A Pnad aponta ainda que cerca de 86,7 milhões de pessoas com mais de dez anos de idade acessaram a internet no período de referência da pesquisa, em 2013.

A professora aposentada Anita Barros, 78, é uma das que resolveu investir em tecnologia para ocupar o tempo. "Diariamente estou conectada, seja pelo computador ou pelo celular. Já arrumei até uns paqueras na internet, mas minhas filhas não gostaram. Hoje, converso só com amigos e familiares, pois conversar com desconhecidos pode causar surpresas desagradáveis", disse a moradora de Maceió, que apesar da idade, aprendeu a usar computador sozinha.

"Nunca frequentei curso de informática. Comprei o computador e quando um neto chegava eu perguntava uma coisa ou outra, mas foi mexendo sozinha que eu descobri o mundo da internet", contou.

A pesquisa do IBGE mostra ainda que as regiões Sudeste, Sul e Centro-Oeste superaram a média nacional, com 57,7%, 54,8% e 54,3%, respectivamente. Já as regiões Norte e Nordeste atingiram puxam os números para baixo, com 38,6% e 37,8%.

Segundo a Pnad, 49,5% das residências brasileiras possuem computador. Em 2012, esse número era de 46,4%.

Telefone celular

O número de domicílios com acesso apenas à telefonia móvel celular apresentou crescimento de 5,6% no país (aumento equivalente a 1,8 milhão de unidades) de 2012 para 2013, chegando a 34,6 milhões de unidades domiciliares atendidas (51,4%).

Anita também adquiriu um novo telefone celular em 2013. Há cerca de um ano, ela comprou um smartphone e abandonou o celular básico. Ela investiu em um aparelho no qual pudesse usar aplicativos de mensagens para conversar com amigos e familiares. "Eu uso o WhatsApp com minha família e algumas amigas que têm, mas algumas ainda estão aprendendo a usar", disse Anita.

Outros bens

A Pnad mostrou ainda que ocorreu decréscimo de residências que são munidas de aparelho de rádio e DVD, gerando quedas de 4,4% e 2,8%, respectivamente. As proporções de domicílios que possuíam tais bens foram de 80,9% para 75,8%, no caso do rádio, e de 76% para 72,4%, no caso do aparelho de DVD. O número de residências que possuem telefone fixo também diminuiu: em 2013, registrou-se 1,9 milhão (3%) e, em 2012, haviam sido 1,8 milhão (2,7%).

O destaque vai para a aquisição de máquina de lavar roupa. Em 2013, o número de domicílios com o bem foi de 37,9 milhões (58.3%), contra 35,2 milhões (55,2%) em 2012. A quantidade de geladeiras também cresceu: em 2013 marcou-se 63,3 milhões (97,3%) de domicílios com geladeira, e, em 2012, foram 61,6 milhões domicílios (96,7%) com o bem durável. Os números de aparelho de televisão se mantiveram estáveis com 97,2%, e fogão se manteve com 98,8%.

Por ser uma pesquisa por amostra, as variáveis divulgadas pela Pnad estão dentro de um intervalo numérico, que é o chamado "erro amostral". Segundo o IBGE, não há uma margem de erro específica para toda a amostra. Para a Pnad 2013, foram ouvidas 362.555 pessoas em 148.697 domicílios pelo país.
 
 
 
Fonte: Uol

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar