Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

AUSTRALIANO RECEBE CONTA DE R$ 1,2 MI APÓS TER CELULAR ROUBADO EM VIAGEM

18/09/2014

Após ter o telefone roubado em uma viagem pela Europa, um turista australiano teve uma surpresa ao voltar para seu país natal. Ele recebeu uma conta de 571 mil dólares australianos (cerca de R$ 1,2 milhão) referente a gastos de roaming (quando o aparelho é usado fora de sua área de cobertura de origem).  A história foi contada por Simon Cohen, ombudsman do TIO (órgão que regula as telecomunicações do país), em um relatório publicado nesta quarta-feira (17).

Cohen disse que o caso desse turista, que não teve o nome revelado, foi emblemático, pois a polícia foi avisada. No entanto, a operadora não bloqueou o dispositivo. O ladrão, então, fez chamadas para vários países (inclusive, para a Somália).

A queixa desse jovem é apenas uma entre as quase 140 mil registradas pelo regulador das telecomunicações australiano. Apesar de ter havido redução, o maior motivo de reclamação é a cobrança abusiva para fazer downloads após o usuário esgotar seu plano de dados.
 

"Com as redes ficando mais rápidas e a melhora constante dos telefones, é um desafio garantir que o consumo de dados e a acessibilidade financeira estejam em sintonia", disse Cohen, sobre as reclamações elevadas sobre os planos móveis do país.

Apesar do caso extraordinário, a intervenção do ombudsman fez com que o cliente não pagasse a conta enviada pela operadora.

Em um relatório de 2011 da OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico), a Austrália foi apontada como uma das nações com maior taxa de roaming do mundo.

A União Europeia considera acabar com a cobrança de roaming entre países do bloco econômico. A proposta já foi aprovada no congresso europeu e agora depende da aprovação individual dos países do velho mundo.
 
 
 
Fonte: Uol

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar