Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

MATANDO O HOAX: VÍDEO DE TUBARÃO NO RECIFE É FALSO E FOI FEITO NOS EUA

03/09/2014

Foto: Reprodução/Facebook.

Foto: Reprodução/.

Um suposto vídeo de um tubarão nas praias do Recife começou a circular pelo Facebook e , dois dos ambientes mais propícios para o crescimento de (informações falsas soltas na web). O caminho foi o mesmo: alguém postou sem checar a veracidade, passou para alguém que replicou em sua timeline e assim por diante. O mesmo nos grupos de Facebook. A verdade era um tanto óbvia: trata-se de uma mentira.

Os hoax são comuns no Facebook. Na verdade, a rede social de Mark Zuckerberg tem uma dinâmica que alimenta esse tipo de conteúdo. Como não segue uma ordem cronológica natural, o site tem um algoritmo que exibe posts de acordo com interações de pessoas seguidas pelo usuário. Se o vídeo do tubarão estiver bastante compartilhado e curtido entre seus amigos, o Facebook entende que ele é relevante. Mesmo que a informação atrelada seja falsa.

Já no WhatsApp, a facilidade de postar vídeos sem atribuir autoria ajuda na viralização.

tubarao2

Desmontando o hoax

O vídeo do suposto tubarão nadando próximo à costa foi feito em Cocoa Beach, na Flórida, nos EUA, no início de agosto. Quem fez foi o brasileiro natural de Goiânia (GO), Divanilton Mendonça. “Eu e um amigo tava (sic) surfando neste dia. Eu postei este vídeo porque tiveram uns ataques nesta mesma praia”, explicou ao NE10 o surfista, que disse não ter conhecimento que fotos e vídeos viralizaram.

O Comitê Estadual de Monitoramento de Incidentes com Tubarões (Cemit) disse que não é possível identificar a veracidade do vídeo nem mesmo a espécie do tubarão, mas salienta que caso fosse verídico não existiria nenhum fato absurdo. “É absolutamente normal um tubarão nadando no mar. Não vemos problema nenhum. O que tem de ser feito é uma prevenção e educação ambiental para evitar ataques”, disse Rosângela Lessa, presidente do órgão.

Ela disse ainda que no dia em que o vídeo apareceu online, no domingo, todo o corpo de guarda-mar estava disposto na costa do Grande Recife e não recebeu nenhuma ocorrência.

Vale a velha dica. Não acredite em tudo o que vê sem um fonte confiável ou provas. Se for no Facebook ou WhatsApp, duvide em dobro.
 
 
 
 
Fonte: Ne10

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar