Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

PREFEITURA DE SP APREENDE TRÊS CARROS POR USAR APP DE ´CARONAS´ PAGAS

29/08/2014

 
 

O Secret não é o único aplicativo a enfrentar problemas com a chegada ao Brasil. Operando em São Paulo desde junho, o Uber, app de “caronas” pagas, também se envolveu em polêmicas. Três carros foram apreendidos pela Secretaria Municipal de Transportes (SMT) por utilizar o app para o transporte de passageiros.

Foram dois veículos apreendidos no Terminal Rodoviário do Tietê e no Terminal da Barra Funda. Outro foi barrado no Aeroporto de Congonhas. A fiscalização descobriu que os motoristas não possuíam autorização para prestação do serviço e utilizavam o aplicativo para receber chamados.

O problema é que apenas taxistas possuem autorização da Prefeitura para oferecer o serviço de transporte de pessoas. O Uber funciona como um motorista particular de aluguel, o que não é permitido.

O aplicativo já funciona em vários países por meio de aplicativo para Android e iOS. O usuário se registra e solicita um carro, semelhante ao que acontece com os apps de táxi, e logo recebe a “carona”. A diferença é que não há um taxímetro: o valor a ser pago é medido pelo aplicativo e o valor é pago dentro do próprio app, por meio de um cartão de crédito cadastrado previamente.

Na cidade de São Paulo o Uber ainda opera com limitações, oferecendo apenas o serviço UberBlack, com três modelos de veículo de teste: Toyota Corolla, Ford Fusion e Honda Civic, todos invariavelmente pretos. Os custos do serviço são de R$ 5 com adicionais de R$ 0,40 por minuto e R$ 2,42 por quilômetro rodado.
 
 
 
Fonte: Olhar Digital

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar